Araçatuba

Após 10 anos da Rondon, outras rodovias da região passarão para o setor privado

No próximo dia 6 de maio vai completar 10 anos que a Via Rondon assinou o contrato de concessão da Rodovia Marechal Rondon. Nesta sexta-feira (15), o governador João Doria lançou a primeira concessão rodoviária de sua gestão, que prevê investimentos em torno de R$ 9 bilhões num período de 30 anos. O projeto inclui obras de ampliação e modernização da infraestrutura de 1.201 quilômetros de rodovias, sendo que 417 quilômetros de vias serão duplicados. O novo lote ligará a região de Campinas, desde Piracicaba até Panorama, no extremo oeste do Estado, divisa com o Mato Grosso do Sul, passando pela região de Araçatuba.
“Trata-se de um anúncio importante. É o primeiro pacote de concessões de estradas e rodovias do nosso Governo. O novo lote incorpora um trecho concedido anteriormente e rodovias com administração direta. São concessões inéditas”, explicou o governador.
O modelo tarifário da nova licitação terá redução de até 20% no valor do pedágio das praças atualmente operadas pela Centrovias e desconto adicional de 5% para quem usar o sistema eletrônico de tag. Além disso, a nova concessão prevê tarifa flexível por fidelidade, com desconto progressivo para usuários frequentes, e a possibilidade de implantação do sistema Ponto a Ponto, no qual usuários pagam por trecho percorrido.
“Neste novo modelo teremos algumas novidades, entre as mais importantes, a implantação da tarifa flexível desde o início do contrato, que vai estabelecer a oportunidade de em trechos e/ou horários a redução de tarifas, com o objetivo de melhorar o escoamento nas rodovias, diminuindo o trânsito nos horários de pico e o impacto ambiental”, acrescentou Doria.
O novo lote, entre Piracicaba e Panorama, é composto pela malha de 218 quilômetros atualmente operada pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, cujo contrato vence este ano, além de 983 quilômetros operados pelo DER-SP que passarão a receber todas as modernizações do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo. Serão beneficiados trechos das rodovias SP-304, SP-308, SP-191, SP-197, SP-310 (Feliciano Salles Cunha), SP-225, SP-261, SP-293, SP-331, SP-294 (Comandante João Ribeiro de Barros), SP-284 e SP-425 (Rodovia Assis Chateaubriand).
Entre as intervenções previstas estão duplicações, faixas adicionais, vias marginais e contornos urbanos, obras que melhoram a fluidez, o escoamento da produção regional e a segurança viária. Também serão implantados acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias. O projeto prevê, ainda, que a cada quatro anos sejam realizadas revisões que possam adequar novos investimentos nas pistas. Assim, poderão ser antecipados ou feitos novos investimentos, como duplicações e faixas adicionais de acordo com a avaliação de novas demandas.
A reportagem de O LIBERAL REGIONAL questionou a Artesp (Agência Reguladora de Transportes de São Paulo) sobre os trechos das rodovias que serão concedidos. O órgão informou que os projetos estão sendo concluídos. “Os demais detalhes solicitados sobre a concessão estão em fase final de refinamento de projeto para serem publicados no site da Artesp na próxima segunda-feira onde ficarão disponíveis para consulta pública”, diz a nota da agênai.

Inovações
A concessionária equipará as rodovias com Wi-Fi dedicado (rede de dados sem fio) ao longo de toda a malha a fim de levar ao usuário informações sobre o sistema, atualizando-o, por exemplo, sobre a situação do trânsito, além de possibilitar o acionamento de socorro médico e mecânico. As rodovias serão totalmente monitoradas por câmeras inteligentes e haverá pesagem em movimento para a fiscalização de veículos.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, participa da reunião do secretariado, realizada no Palácio dos Bandeirantes. Local: São Paulo/SP Data: 15/02/2019 Foto: Governo do Estado de São Paulo

DA REDAÇÃO
Araçatuba

Comment here