AraçatubaCidadesEsportes

Cria do América do Santana, Henri é joia do Verdão e zagueiro da Seleção sub 17

ANTÔNIO SOARES DOS REIS – Araçatuba

O araçatubense Henri Marinho dos Santos, 17 anos, zagueiro da categoria de base do Palmeiras foi convocado para a Seleção Brasileira que se prepara para disputar o Campeonato Sul-Americano. Com o Alviverde, o garoto foi tricampeão Paulista (2016/17/18) e no ano passado sagrou-se campeão Mundial de Clubes com uma vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid (Espanha). Com a Seleção Canarinho, Henri foi vice-campeão Sul-Americano em 2017 pela categoria sub-15. O zagueiro começou a praticar futebol na escolinha do América FC, do bairro Santana, de Araçatuba.
Além de Henri, outros cinco jogadores da base do Verdão foram convocados para a Seleção: Renan (zagueiro), Daniel Alves (zagueiro), Gustavo Garcia (lateral), Fabinho (meia) e Gabriel Silva (atacante). Os convocados se apresentaram anteontem para treinos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), e terão pela frente dois amistosos preparatórios contra o Uruguai. O próximo compromisso oficial da Seleção Brasileira será o Campeonato Sul-Americano sub 17, marcado para o próximo mês no Peru. O plantel nacional é o atual bicampeão do torneio, tendo vencido em 2015 e 2017, quando foram disputados no Paraguai e no Chile.
No ano passado, Henri assinou o primeiro contrato profissional embora continue atuando no sub 17. No site oficial do Palmeiras, clube faz distinção especial ao araçatubense: “O zagueiro Henri é o primeiro jogador da badalada geração 2002 do Palmeiras a assinar um contrato profissional… Henri é considerado uma das grandes joias da zaga do Brasil”. O contrato tem duração até 2021 (jogadores menores de idade não podem assinar vínculo com tempo superior a três anos). De acordo com o site do Verdão, o zagueiro já teve o nome especulado no Manchester City (Inglaterra).
Sobre a conquista do Mundial de Clubes, com vitória fácil do Palmeiras sobre o Real Madrid por 4 a 2, em junho do ano passado, Henri comentou: “É uma felicidade imensa poder conquistar esse troféu para o Palmeiras. Enfrentamos um dos maiores clubes do mundo na final e conseguimos impor nosso ritmo de jogo e sair com a vitória, coroando toda a nossa campanha até esse último jogo”.

INÍCIO
Segundo o construtor Hélio Pereira dos Santos, o filho chegou à escolinha do América do bairro Santana aos seis anos e participou de várias edições dos campeonatos organizados pela Liga de Futebor Menor de Araçatuba e Região (Lifmar) para, em seguida, disputar o Campeonato Paulista sub-11 com a camisa do Tanabi. Dois anos depois, com o Penapolense jogou um campeonato regional sub-13. O pai disse que foi zagueiro amador e chegou a tentar o profissional no time de Ilha Solteira. Por conhecer a posição, logo descobriu a vocação do filho para a zaga.
No América do bairro Santana, Henri foi treinado por José Vieira e Sá (Mané da Santa Casa) e pelo filho dele, Flávio Tada. Mané diz que o pupilo é muito técnico, de chute forte, bom cabeceio e cobra muito bem tanto falta como pênalti. Além de Henri, o construtor Hélio tem mais dois filhos, ambos zagueiros. Heitor, de 18 anos, está na base do Grêmio, e Henzo, de 11, joga no América do bairro Santana, de onde os irmãos saíram.

B3 AMERICA_HENRI.jpg

Comment here