AraçatubaCidades

Governo estadual anuncia entidade que irá gerenciar o AME Cirúrgico

ARNON GOMES – Penápolis

O governo do Estado confirmou, nesta semana, a OSS (Organização Social de Saúde) que irá gerenciar o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Cirúrgico em Penápolis. A vencedora do processo foi a Santa Casa do município de Pacaembu (SP), conforme despacho publicado pelo Estado na última quarta-feira.
Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, três entidades manifestaram interesse no serviço, atendendo convocação feita em 9 de novembro. Além da Santa Casa de Pacaembu, participaram as seguintes OSSs: Santa Casa de Andradina, Instituto Nacional de Pesquisa e Gestão e Associação Hospitalar Beneficente do Brasil.
Entretanto, diz o Estado, apenas a Santa Casa de Pacaembu apresentou plano operacional para a gestão do ambulatório em Penápolis. Conforme a publicação oficial, o plano da vencedora atende ao projeto assistencial encaminhado pelo DRS-2 (Departamento Regional de Saúde de Araçatuba), sendo sua proposta orçamentária a mais viável. O valor será conhecido após a assinatura de contrato de gestão com a Secretaria de Saúde do Estado.
Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, o prefeito Célio de Oliveira (sem partido) disse que, com essa confirmação, “o AME definitivamente pertence a Penápolis”. No texto, o chefe do Executivo diz ainda que, após a assinatura do contrato de gestão, o Estado deve liberar verba para que a organização social inicie a execução do plano operacional. “Com os recursos, a OSS dará início ao projeto de implantação do AME, incluindo a adaptação do local onde a unidade será instalada, entre outros custos”, afirmou Célio.
Inicialmente, enquanto não funciona em sede própria, o AME Cirúgico atenderá no prédio do antigo Hospital Luiz Valente. Caberá à OSS escolhida fazer as adaptações no prédio, comprar equipamentos e contratar equipe técnica. A expectativa do prefeito é de que o ambulatório comece a funcionar em abril.
O AME Cirúrgico atenderá cerca de 40 municípios e oferecerá cerca de 150 cirurgias de baixa complexidade e 300 de média, totalizando 450 por mês. Entre as especialidades oferecidas, estão: oftalmologia, ginecologia, mastologia, anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral e vascular, coloproctologia, gastroenterologia, neurologia, otorrinolaringologia, pneumologia e urologia. Isso, além de 3,2 mil consultas médicas por mês.
O prédio em que o município pretende construir o AME fica na avenida Irmãos Buranello, com área construída de 4.090 metros quadrados.
A confirmação do AME Cirúrgico em Penápolis foi feita pelo governador Márcio França (PSB) durante visita à cidade em junho. O anúncio encerrou uma disputa pela unidade entre três municípios da região – além de Penápolis, Araçatuba e Birigui também. Recentemente, em entrevista ao jornal O LIBERAL REGIONAl, o prefeito araçatubense Dilador Borges (PSDB) disse que retomará as tratativas para implantação do ambulatório junto ao governador eleito João Doria (PSDB).

Comment here