AraçatubaCidades

Legalização de parque industrial abre perspectiva de novos investimentos

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, participou ontem à tarde da entrega da matrícula individual a sete empresários estabelecidos no Parque Industrial Maria Izabel de Almeida Prado. Trata-se de um processo de regularização do parque iniciado no ano passado. O prefeito destacou o empenho dos empresários e da administração para superar os obstáculos existentes. Ao final, o prefeito cumprimentou os empresários. Com a legalização, há perspectivas de novos investimentos no local.

O presidente da Comissão dos Empresários dos Distritos Industriais de Araçatuba, Oscar Saito Neto, disse que, como representante da classe, sabe que esse foi o primeiro passo importante de uma grande jornada. Para ele, há outros desafios, como pavimentação e infraestrutura. “A legalização é importante porque a partir de agora Araçatuba pode buscar apoio nas esferas estadual e federal para investir em infraestrutura. Antes, sem a documentação, não tinha nem mesmo como cobrar os governos estadual e federal”, afirmou..

“Como empresário vejo abrir novas portas”, disse Oscar Saito Neto. Segundo ele, com a documentação legalizada é possível buscar crédito para investir na ampliação da produção. Saito Neto disse que já tem projetos para expansão.

Outro empresário que se mostrou bastante otimista foi Elia Lagoa, da APA Química. Ele foi o primeiro a receber o documento das mãos do prefeito Dilador Borges e do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Erik Carneiro, que iniciou o processo de regularização e o atual secretário,  Marcelo Astolphi Mazzei. Eli Lagoa disse que está instalado no Parque Industrial desde 2006. Só agora está recebendo o documento. Ele explicou que a falta da documentação foi limitante no processo de desenvolvimento. Ele disse que esperava o documento para obter uma licença da Cetesb (Companhia Ambiental de São Paulo). Segundo Eli Lagoa, já existe o projeto de ampliação da indústria. A ampliação deve começar já no início de 2019 e deve ampliar o quadro de pessoal em até 100%.

Nesta primeira etapa da regularização foi emitida a matrícula individual para 24 empresários. Sete compareceram para receber. O processo vai ter continuidade. Receberam o título a APA Química, LSV, Felifer, Almad, HS Bond, Constroeste e Aruanã.

“Sabemos o quanto a documentação é exigida quando as empresas vão buscar recursos. Sinto-me feliz, estamos dando mais um passo para resolver as pendências dos parques industriais. Parabéns pela luta de vocês, empresários. Foram praticamente 30 anos sem as documentações básicas, o que muitas vezes pode ter barrado o desenvolvimento das empresas. Desejamos que a economia possa progredir, que as empresas possam ampliar seus negócios e outras se instalarem no município”, disse o prefeito Dilador Borges

O secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Tadeu Consoni disse que os próximos parques industriais a receberem a ação de regularização serão Alexandre Biagi e José Xavier Couto.

 

CONQUISTA

O Parque Industrial Maria Isabel de Almeida Prado é uma importante fonte geradora de emprego em Araçatuba, porém sofria, junto aos demais parques industriais, com a falta de regularização, algo que acarreta dificuldade na realização de mais investimentos e expansão.

O principal objetivo dessa iniciativa é deixar registrado em cartório que, naquela área do município, existem empresas pertencentes a parques industriais. Com isso, os empresários passarão a ter suas matrículas individualizadas, o que traz, a cada um deles, disponibilidade para ampliação de investimentos, entre outros benefícios. (Com informações da assessoria de imprensa).

Comment here