AraçatubaCidades

Com mercado aquecido, mais um residencial é lançado na região

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O mercado imobiliário mostra-se em franca recuperação após breve período de estagnação. Em Araçatuba há duas semanas foi lançado o Residencial Aimoré com 1,3 mil unidades. No próximos dias será lançado o Residencial Paquere, com aproximadamente 2 mil unidades e outros empreendimentos podem ser lançados nos próximos meses. Neste sábado, em Birigui, foi lançado o Residencial Boa Vista, que tem à frente o empreendedor Jamil Buchalla. No final do ano passado, Buchalla lançou em Araçatuba o Residencial Vila Madalena, cujas obras de infraestrutura estão em execução.

Segundo Jamil Buchalla, o Boa Vista está sendo implantado em uma área total de 15 alqueires, com acesso pela Rua Tupi, no início da Rodovia Teotônio Viella. “Este é o ponto mais alto de Birigui e está a apenas três minutos do centro da cidade. Daqui temos uma boa vista de Birigui e também de Araçatuba”, disse o empresário, entusiasmado por mais um empreendimento lançado. No Boa Vista, Buchalla tem como sócios Mauro Francisco do Prado e o filho, Ricardo Peruzzo Prado, que tomou a dianteira do negócio. Ricardo Prado disse que este é o seu segundo empreendimento imobiliário.

O Residencial Boa Vista é fechado e tem 650 lotes com dimensões a partir de 250 metros quadrados. “Trata-se de um residencial diferenciado, com mais de 71 mil metros quadrados de área verde, além de quadra poliesportiva, quadra de areia, campo mde futebol, playground, academia ao ar livre, pista de caminhada integrada, praças e área de descanso”, disse Jamil Buchalla, descando o aspecto segurança e a proximidade com o centro de Birigui. “Um bom lugar para morar e investir”, diz o especialista em negócios imobiliários.

 

LANÇAMENTO

Com intenso movimento de potenciais comprados e numerosa equipe de recepção, o lançamento do Boa Vista foi considerado um sucesso pelos empreendedores. Buchalla disse que no primeiro dia foram negociados aproximadamente 200 lotes, o que representa pouco mais de 35% do total.

As obras de infraestrutura já estão em execução o prazo de conclusão e liberação da área para construção das casas é de 24 meses. “No entanto, como em outros empreendimentos nossos, o trabalho será concluído antes”, disse Buchalla, que fez questão de enaltecer o trabalho desenvolvido pelo sócio Ricardo Prado.

 

Comment here