Compartilhe esta notícia!

Os 1.450 servidores da rede municipal de ensino vão terminar o ano com uma injeção de ânimo. O prefeito Dilador Borges (PSDB) confirmou, na noite de quinta-feira, que os funcionários do magistério terão, pelo segundo ano consecutivo, o bônus-educação. O dinheiro deve ser depositado na conta dos trabalhadores no próximo mês, sem incorporação ao salário. A concessão do prêmio era aguardada pela categoria, conforme reportagem de O LIBERAL REGIONAL publicada na edição de ontem que mostrou a queda de 25,98% no número de trabalhadores faltosos na educação neste ano em comparação com 2017. A queda é atribuída ao bônus pago no final do último ano.
Segundo a secretária municipal de Educação, Silvana de Souza e Sousa, o valor a ser creditado em 2018 será definido pelo Executivo nos próximos dias. No ano passado, foi de R$ 500, concedido a todos os funcionários da pasta que estavam prestando serviço efetivamente nas unidades de ensino da Prefeitura. Na ocasião, até mesmo servidores contratados temporariamente; pertencentes ao Estado, mas a disposição do Município; e do antigo Daea (Departamento de Água e Esgoto de Araçatuba) transferidos para a secretaria foram beneficiados.
Entretanto, o bônus poderá ser maior, conforme a assiduidade do servidor. No ano passado, Para aqueles que não registraram nenhuma ausência no trabalho, o benefício chegou a R$ 1,8 mil. Quem deixou de ir trabalhar por até cinco vezes recebeu R$ 1,3 mil a mais. Para quem faltou de seis a dez vezes, R$ 1 mil. Para os trabalhadores que tiveram de 11 a 15 ausências, R$ 700. Quando decidiu dar o bônus, o prefeito dizia reconhecer, em dinheiro, o compromisso dos funcionários da educação, além de valorizar aqueles que se destacavam pela dedicação.
Quando todos os valores estiveram estipulados, a medida precisará receber aval da Câmara. O Legislativo entra em recesso no próximo dia 10. Se até lá, o projeto não estiver na Casa, será necessária uma sessão extraordinária. “O objetivo do bônus é valorizar os profissionais e, com isso, melhorar a qualidade do ensino”, diz Silvana.

PRÊMIO
O anúncio do bônus neste ano foi feito por Dilador durante a entrega do Prêmio Acontece. A ideia é também reconhecer o trabalho dos servidores. Foram premiados servidores divididos em dez categorias, como professores, diretores, coordenadores e ADIs (Agentes de Desenvolvimento Infantil). Em cada uma delas, o primeiro colocado recebeu prêmio de R$ 5 mil; o segundo, R$ 3 mil; e o terceiro, R$ 1 mil.
De acordo com a secretária, esse prêmio foi instituído com o objetivo de valorizar práticas bem-sucedidas de ensino. No total, foram 30 trabalhadores premiados.

ARNON GOMES
Araçatuba


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Araçatuba

Veja também

Jovens nascidos em 2002 devem se alistar para o serviço militar

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BIRIGUI Jovens brasileiros nascidos em 2002 de…