ENTREVISTA - Presidente do SRC, Nivaldo Franco Bueno, entrevistou o prefeito de Castilho, Paulo Boaventura

Paulinho Boaventura fala das conquistas nos primeiros meses e da disposição para o trabalho

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – CASTILHO

O prefeito de Castilho, Paulo Boaventura, concedeu entrevista ao SRC para falar sobre os primeiros meses de administração. Falou das dificuldades enfrentadas, mas destacou a disposição de trabalho de toda a equipe. A entrevista foi ao ar às 17h30 dessa terça-feira (8) pela SRCTV (canal 17.1 e 317 na Sky) e as rádios Cidade FM e Nova Andradina, além de cobertura de O LIBERAL REGIONAL As rádios Jovem Pan de Andradina e Três Lagoas vão repro-duzir a reportagem. A entrevista, conduzida por Nivaldo Franco Bueno, teve a participação de toda a equipe de jornalismo do SRC. Paulo Boaventura reafirmou seus compromissos com o setor rural pela relevância que tem para a economia do município e não deixou de falar das dificuldades dos assentamentos, que estão esquecidos pelos governos federal e estadual. “Sobrou para nós e vamos fazer o que for possível, disse o prefeito castilhense.

DESAFIO POLÍTICO
Paulinho Boaventura citou que assumiu após dois grupos políticos dividirem o poder por seis administrações. Mas revelou experiência administrativa como secretário de Agricultura e posteriormente como prefeito. Além disso, se preparou para ocupar o cargo, pois candidatou-se anteriormente. “A população gostaria que já tivéssemos resolvidos todos os problemas, como na saúde. O tempo da gestão não é o mesmo da necessidade. Tudo demanda certo tempo”, disse Paulo Boaventura, enfatizando que nesses primeiros meses a preocupação foi exatamente cuidar da área da saúde. Nesse sentido, ele investiu na compra de mais equipamentos para a ala covid do Hospital José Fortuna, como também aumentou o repasse de recursos para o hospital, diante do aumento da demanda. Segundo o prefeito de Castilho, um dos principais desafios é a implantação de políticas públicas, já que o município não tinha tais políticas.

MEIO RURAL
Paulinho Boaventura reconheceu que a zona rural lhe garantiu a eleição e citou que o município tem aproximadamente 1,3 mil famílias assentadas. “A expectativa da zona rural é muito grande; Ao longo tempo da implantação dos projetos de reforma agrária, não ficaram constituídas políticas públicas para serem desenvolvidas para que déssemos continuidade. Estamos acolhendo. O Incra abandonou essas pessoas. A atuação do estado é muito pequena. Sobrou para a Prefeitura cuidas dessas políticas, desenvolver e promover as pessoas que estão na zona rural”, disse o prefeito, enfatizando que acredita muito no potencial da agricultura familiar. “Estamos lançando projetos e programas dentro dos assentamentos para a gente resgatar, A presença do poder público dentro dos assentamentos rurais é fundamental para dar um norte às pessoas que estão no desalento”, enfatizou o prefeito.
Quando à atuação política, Paulinho destacou a parceria com vice-prefeito Marcos Visual e com a Câmara, frisando que respeita a independência dos poderes e que não tem qualquer ação na Câmara, nem mesmo na eleição da Mesa Diretora.
Paulo Boaventura falou também sobre a relação com o governo de São Paulo, destacando a aproximação com o secretário de Saúde, Marco Vinholi, a quem foi apresentado pelo andradinense Maro Pilla. Boaventura citou que no primeiro contato esse ano conseguiu três ônibus escolares e o recape da SPV-09, que há anos necessitava de manutenções, um investimento da ordem de R$ 7,8 milhões. Segundo o prefeito, em julho já deve começar a obra.

PEOJETO SOCIAL
O prefeito falou também sobre o projeto cidade acolhedora. “Chegamos e precisávamos apresentar algo diferente”, disse ele. Trata-se de um projeto que tem como principal objetivo prestar assistência às famílias mais carentes de Castilho. Com o desenvolvimento de um projeto que contempla frentes de trabalho em setores específicos para a Administração Municipal, cem pessoas (entre homens e mulheres) serão selecionados para, além de receber uma ajuda financeira no valor de R$ 1 mil, um vale alimentação de R$ 200,00, também serão contempladas com cursos específicos, aumentando suas chances no mercado de trabalho pós-programa. “Agora estamos na fase de finalização do processo de seleção dessas pessoas”, disse. Há possibilidade desse número de vagas ser ampliado.
Segundo Paulo Boaventura, a questão da pandemia é tema central de todas as administrações. “Estamos trabalhando muito com prevenção, como é uma cidade pequena, tínhamos nove leitos de enfermaria e rapidamente chegou a 27 pessoas internadas em enfermaria. Tivemos que fazer aporte financeiro”, explicou o prefeito, citando vários investimentos feitos no enfrentamento à pandemia.
Durante o programa, Paulo Boaventura falou sobre outros projetos e principalmente a atenção com a educação neste período de pandemia. Concluiu falando sobre o atual momento. “Nasci em Castilho e me preparei para ser prefeito”, disse, Paulo Boaventura.

09


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *