Home Cidades Andradina Secretário culpa 7 de setembro por aumento de casos de covid e confirma que Toque de Recolher segue em Andradina

Secretário culpa 7 de setembro por aumento de casos de covid e confirma que Toque de Recolher segue em Andradina

9 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ANDRADINA

Aumento de casos de covid-19 nas últimas duas semanas no município de Andradina foi ocasionado por aglomerações ocorridas no feriado prolongado de 7 de setembro. A afirmação foi feita pelo secretário de negócios jurídicos, Leonardo de Freitas, em entrevista concedida ao SRC.

O secretário municipal ainda confirmou os bons resultados do Toque de Recolher, imposto pela prefeitura no final do mês de agosto, e confirmou que as medidas seguirão em vigor no município.

Em entrevista dada ao jornalista Salvador Placco Neto, do SRC, Leonardo afirmou que aumentou o número de atendimentos no Centro de Atendimento Covid-19, montado pelo poder público municipal em prédio anexo à Santa Casa.

“Tivemos há 15 dias um aumento bem considerável no número de atendimentos diários no nosso Centro Covid, nós tivemos um dia em que batemos 93 atendimentos, o que trouxe uma surpresa, um susto, acenderam alguns alertas de que nós tínhamos que reforçar a fiscalização e a capacidade de atendimento do nosso serviço de saúde”, afirmou. Freitas também lamentou as mortes e o aumento de internações na Santa Casa. “As internações aumentaram também. Infelizmente tivemos vários óbitos em setembro, o que lamentamos muito”, disse.

Para o secretário, a pandemia foi avançando por etapas e já há algumas semanas atingiu o seu ápice em Andradina, de acordo com as informações do setor de vigilância epidemiológica do município. Ele crê que a pior fase da pandemia ainda deve durar por algumas semanas.

“Começou pelos grandes centros, que tiveram uma fase mais aguda nos meses de maio e junho e de meados de julho pra cá o interior do estado é que foi sentindo com mais força a expansão do número de casos. Araçatuba, que é a nossa sede regional, experimentou um surto muito forte, com número acelerado de óbitos entre julho e agosto. E nós aqui vínhamos com uma situação bem confortável, mas infelizmente agora estamos em uma fase em que Andradina não tinha experimentado, estamos em um pico, e imaginamos que isso vá perdurar por algumas semanas”, projetou.

Comércio seguirá aberto

Mesmo com o aumento considerável de casos, internações e mortes por covid-19, de acordo com Leonardo de Freitas a avaliação é que o comércio não é o culpado pela pandemia, mas sim as aglomerações e festas realizadas.

“Nós não podemos a cada aumento de casos fechar a cidade, não se vive aos solavancos, ninguém aguenta. A economia não consegue se sustentar. Não existe uma correlação neste sentido, porque se existir vamos estar concluindo que o comércio é o culpado da pandemia, isso é um absurdo”, disse.

O secretário de assuntos jurídicos ainda crê que alguns destes eventos entre familiares e amigos ocorridos no feriado de 7 de setembro teriam sido os grandes causadores do aumento do número de casos.

“De fato, o feriado de 7 de setembro trouxe sim, se olharmos as duas semanas que se seguiram a ele, um maior aumento de casos. Possivelmente os festejos aí do feriado foram o grande causador desse aumento de números”, afirmou o secretário.

Toque de Recolher segue

Leonardo de Freitas avaliou como positivos os resultados do Toque de Recolher, instaurado em Andradina por decreto municipal no último dia 29 de agosto. Por conta disso, o trabalho será prorrogado no município.

“Nós vamos continuar com o Toque de Recolher, que tem se mostrado útil. Nós estamos sendo muito eficazes em coibir deslocamentos desnecessários à noite, quando as pessoas se reúnem para beber. O Toque de Recolher nos ajuda neste sentido. Permanece as mesmas regras de higiene, permanece a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos. Permitido apenas fora da residência o consumo de bebidas alcoólicas se for em um restaurante, ou se for em uma lanchonete”, explicou.

O Toque de Recolher em Andradina restringe o deslocamento na cidade durante a madrugada apenas para pessoas que necessitam estar na rua por questões de trabalho. As pessoas abordadas na rua no período das 23h às 6h serão autuadas e podem ser multadas.

Ajuda à Santa Casa

Nesta sexta-feira ocorreu nova reunião entre a prefeita Tamiko Inoue (PSDB), o secretário de saúde de Andradina, Farid Haddad, e outros integrantes da secretaria, para tratar sobre o auxílio que será dado à Santa Casa para ampliação do atendimento, com a ajuda no custeio de mais profissionais e no aumento de leitos de internações do local.

“A prefeita está em reunião com a equipe de saúde tratando de uma possibilidade de talvez reforçar o setor hospitalar nosso aqui, em parceria com a Santa Casa, de melhorar o que pudermos melhorar de capacidade de atendimento, para fazer frente a essa fase de pico a que nós chegamos aqui, sem ter que prejudicar o sustento das famílias, os seus empregos”, concluiu. (Colaborou Salvador Placco Neto)


Compartilhe esta notícia!