Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – SÃO PAULO

Parceria entre as Secretarias de Agricultura e Abastecimento e de Justiça e Cidadania paulistas, uma capacitação registrou a participação de cerca de 500 pessoas que puderam assistir, tirar dúvidas e debater em tempo real, o funcionamento do  Programa Paulista de Agricultura de Interesse Social (PPAIS). Em São Paulo, o programa é administrado pela Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), em parceria com a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS), órgãos ligados às duas Pastas.

A live foi organizada por Marco Aurélio Parolin Beraldo, diretor técnico da CDRS Regional Bauru, que convidou Clóvis Renato Bortoluci Etto, coordenador da Regional Noroeste da Fundação Itesp (Andradina). O debate foi acompanhado por representantes de organizações rurais, produtores rurais em geral, representantes de prefeituras municipais e técnicos dos órgãos públicos.

O PPAIS é um programa de compras públicas do governo estadual e os produtos agrícolas adquiridos são destinados às entidades estaduais como penitenciárias, universidades, hospitais entre outros. Com essa ação, auxilia os produtores rurais, que têm venda garantida de seus produtos, e oferece alimentação saudável, produzida em São Paulo, a todos os envolvidos.

“Uma das premissas da Secretaria de Agricultura e Abastecimento é promover o empreendedorismo, a modernização da infraestrutura no campo, a agregação de valor e a viabilização de alternativas e comercialização e escoamento da produção por meio das compras públicas. O PPAIS é uma das ações de governo que permite a inserção dos produtores rurais, enquadrados como agricultores familiares no processo de Compras Públicas. Por este motivo é muito importante a sua divulgação e o grande número de participantes confirmou o que prevíamos: há interesse, só é preciso divulgar e fazer com que as regras de participação cheguem até mais pessoas de forma clara e objetiva”, afirmou Marco Aurélio Beraldo.

Clóvis Etto também ficou muito satisfeito com a participação ao vivo e com o número de acessos ao canal após o término, demostrando que há interesse do produtor e das organizações rurais em participar do processo. “O Estado de São Paulo é o único no País a ter implantado um Programa de compra pública que favorece o agricultor familiar. A parceria com a CDRS é muito positiva porque ajuda a divulgar e a  ferramenta de divulgação foi extraordinária porque permitiu uma participação maciça. As apresentações foram elaboradas no sentido de deixar bem claro, com um passo a passo, sobre como é feito o acesso ao PPAIS. Continua repercutindo no canal da CDRS e, de qualquer forma, nós do Itesp, assim como os profissionais da extensão, estamos sempre prontos a orientar aqueles que tiverem interesse em participar”, frisou Clóvis Etto.

Durante a live foram feitos esclarecimentos sobre a documentação necessária para a habilitação ao PPAIS;  o procedimento para obtenção da Declaração de Conformidade ao PPAIS (Decomp);  a elaboração do projeto de venda para habilitação e, ainda, divulgados os Chamamentos Públicos em aberto.

Quem perdeu a transmissão ao vivo poderá ter acesso às palestras e ao debate pelo link: youtube.com/c/CDRSagricultura.


Compartilhe esta notícia!