Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

Nesse sábado a Igreja Católica comemorou o Dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas e viajantes. Em Andradina, a data religiosa foi comemorada na sexta-feira, com a realização da tradicional carreata e missa campal. O evento religioso, promovido pelo SRC por meio da Nova Rádio Andradina, atraiu centenas de fiéis. Este ano, por conta da pandemia, houve mudança na organização. Os fiéis permaneceram nos carros desde a concentração até a missa, no Posto Sertanejo, no estilo drive-in. A hóstia sagrada foi levada aos fiéis pelos padres Sebastião Gonçalves e Luiz Henrique nos veículos. “Os fiéis entenderam este momento e todos respeitaram as normas. O evento foi, mais uma vez, muito positivo”, disse Alessandro Reis, gerente comercial da Rádio Andradina.

Com a participação de toda equipe do SRC, o evento começou antes das 18 horas, com a concentração em frente ao cemitério. Pouco depois das 19 horas, escoltados por equipe da Polícia Rodoviária, os veículos saíram em carreata pela Avenida Guanabara e depois pela Rodovia Marechal Rondon, formando uma extensa fila. O percurso de aproximadamente seis quilômetros até o Posto Sertanejo, em Paranápolis, foi cumprido em menos de 40 minutos.

No Posto Sertanejo, os diretores Adilson Geib e Fran Geib destinaram uma área mais espaçosa para celebração da missa. Os veículos foram estacionados em frente a um palco, onde foi montado o alta com as imagens de São Cristóvão e de Nossa Senhora Aparecida. A missa foi celebrada pelo padre Sebastião Gonçalves, que há vários anos participa da cerimônia, e concelebrada pelo padre Luiz Henrique, em sua primeira participação.

“Neste momento de isolamento social foi uma novidade. Foi uma expressão pastoral, um momento de fé do povo de Deus”, disse o padre Luiz Henrique, em sua primeira participação. “Gostaríamos de estar vivendo uma outra realidade, sem a questão do coronavírus”, disse o padre Sebastião, que participa da cerimônia desde 2010. O pároco destacou que os fiéis seguiram os protocolos e usaram máscaras,

“Eu acho que é extremamente importante, a gente lida todo dia com motorista, caminhoneiro, que é nosso público principal, e a gente consegue perceber que o pessoal que está na estrada tem muita fé, e a fé é muito importante pra reger essas pessoas, essas famílias, eu acho que a gente tem que acreditar e torcer, porque a gente está aí todo dia correndo risco, que nem a gente trabalha na rodovia, e acho que a missa pra nossa equipe em si é sempre um marco. A gente mobiliza muita gente pra fazer o acontecimento que parece muito simples, mas tem que pensar na sinalização, tem que conversar com a prefeitura, tem que conversar com a polícia, é muito detalhe, é uma mobilização de semanas pra ter um evento bonito como esse”, disse Fran Geib, diretora do posto.

A direção do SRC destacou a participação de centenas de pessoas e agradeceu a colaboração e participação da Diocese de Araçatuba, por meio do bispo de Araçatuba, Dom Sergio Krzywy, padre Orivaldo Pereira Filho e os padres de Andradina, Sebastião Gonçalves e Luiz Henrique e os demais integrantes da equipe que participaram da cerimônia. O SRC agradeceu também à Prefeitura de Andradina, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Rodoviária e a Concessionária Via Rondon.

Da mesma forma agradeceu aos parceiros deste evento que é uma das mais tradicionais manifestações religiosas da região de Andradina, Posto Sertanejo, Oficina Cruzeiro, J. Diesel, Gráfica Ary Designer, Andraflora, Nikinho Tendas e Brinquedos e Ogata Rações. (Colaborou Gustavo Trevisan)

 

 


Compartilhe esta notícia!