Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Os casos de sarampo atingiram 83 cidades do estado de São Paulo neste ano, sendo que uma criança da Capital Paulista morreu vítima da doença. Em 2019, o estado foi o epicentro de um novo surto de sarampo, com o registro de 17.600 casos e 14 mortes.

Por conta disso, foi intensificada a segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo e, no município de Andradina, praticamente todas as Unidades Básicas de Saúde estão oferecendo as doses, com exceção da UBS 3, localizada na rua Paes Leme, que está em reforma.

Desde o dia 15 de julho a campanha está em andamento e vai até o dia 30 de agosto.

A secretária adjunta de saúde de Andradina, Jane Martins, explica que a segunda fase ocorre por conta das temperaturas mais baixas nesta época do ano, que favorecem à chegada das doenças, incluindo o sarampo. “Essa vacina de sarampo já está no calendário do cidadão quando é a data, quando deve ir, tem toda uma programação que é feita com os profissionais de saúde para a criança quando nasce. A segunda fase vem porque as temperaturas neste período são mais baixas. Automaticamente, com a temperatura baixa traz outras doenças, como o sarampo, a caxumba e a rubéola. Como o sarampo ficou muito tempo sem ser comentado, as pessoas deram uma relaxada nos cuidados, então a doença foi reintroduzida fazendo vítimas”, explicou em entrevista exclusiva ao SRC.

Segundo Jane, pessoas desde 6 até 49 anos devem procurar as UBSs para verificar se precisam se vacinar. “A gente pede que essa segunda fase da campanha agora falando de sarampo, que neste primeiro momento, pessoas de 6 a 29 anos, e isso já é o público específico de trabalho, mas o pessoal de 30 a 49 anos é o público que está liberado, pode procurar as suas Unidades Básicas de Saúde e ver se ele deve tomar, se já não tomou. É importante que leve a carteirinha. Caso não tenha, fale com a vacinadora da sua UBS que vai te dar todas as instruções, inclusive ver se alguma das vacinas está em atraso para poder atualizar”, explicou.

Para os moradores de Andradina que têm a UBS da rua Paes Leme como referência, Jane Martins explica como proceder. “Todos os postos de saúde de Andradina, com exceção da UBS 3 que é aquela que está em reforma lá na Paes Leme. De qualquer forma, todos que precisarem de vacina e forem referência para a unidade podem procurar a Unidade Adilson Dantas, que é lá no Jardim Europa”, disse.

A secretária adjunta de saúde de Andradina lembra que a vacina contra o sarampo está sempre disponível nas UBSs, independente de campanha, já que é uma vacina preconizada desde a infância. “A campanha do sarampo nessa segunda fase vem diferente da campanha da influenza, que nós fizemos antecipação por causa da covid. A de sarampo todo o tempo nós temos reservas nas nossas unidades. Já faz parte do calendário, é importante que a pessoa saiba disso”, concluiu. (Colaborou Gustavo Trevisan)


Compartilhe esta notícia!