Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

A Prefeitura de Andradina está apenas aguardando a aprovação do projeto executivo da ciclovia pela Rumo (concessionária responsável pelka ferrovia que passa pela cidade) para da início à obra.  A proposta de construção da ciclovia acompanhando o trecho urbano da linha férrea que cruza Andradina, totalmente pavimentada, cercada para manter a segurança dos usuários e iluminada para garantir as pedaladas também durante a noite, foi apresentada há vários meses pela administração da prefeita Tamiko Inoue. No entanto, depende de aprovação da Rumo.

O projeto elaborado pela Secretaria de Obras e Infraestrutura do Governo de Andradina apresenta uma ciclovia integrada pegando os dois extremos da cidade, saindo próxima da ADPM e seguindo até a rua Guiomar Soares de Andradina, no Ecoponto Municipal, passando por todo o centro da cidade.

Segundo a prefeita Tamiko além de incentivar a prática de uma das modalidades esportivas que mais cresce em Andradina, atender os trabalhadores e os estudantes que utilizam a bicicleta como meio de locomoção diária, a proposta ainda resolve o problema paisagístico da cidade trocando hoje o que é mato pela urbanização.

O ciclismo é uma modalidade esportiva muito praticada em Andradina. Esse ano dois ciclistas morreram em decorrência de acidentes na Estrada Vicinal Sebastião Lourenço da Silva, que liga a sede do município a Planalto e Murutinga do Sul, muito usada pelos grupos do pedal.

“Enquanto não se concretiza a proposta do contorno ferroviário da retirada da linha do centro da cidade queremos caminhar com este projeto da ciclovia que está elencado como uma das principais obras do meu governo para este ano”, disse a prefeita.

Nesse sábado a assessoria da prefeita Tamiko Inoue informou que todas as exigências feitas pela Rumo foram cumpridas e que agora a administração espera apenas a aprovação da concessionária para dar início ao processo de implantação da ciclovia.


Compartilhe esta notícia!