Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – CASTILHO

Novo decreto baixado pela prefeita Fátima Nascimento, de Castilho, impõe duras restrições para funcionamento de determinados setores do comércio, mesmo com a cidade registrando poucos casos de covid-19. As decisões foram tomadas pela Prefeitura em conjunto com o Comitê de Saúde. As medidas são válidas até o dia 14 de julho, quando está prevista a reclassificação da região por parte do governo estadual. Neste período, várias ações serão desenvolvidas de fiscalização para punição de quem não cumprir as regras. A barreira sanitária será mantida.

De acordo com o decreto baixado na segunda-feira, há restrição no tempo de abertura do comércio, que só pode funcionar das 13h às 18h, mantendo-se fechado no período da manhã. Mesmo com restrição de horário, com algumas exceções, como supermercados, só pode entrar um cliente por vez, e com a utilização de máscaras por atendente e cliente no momento de entrada no espaço.

Também estão incluídas nesta permissão de atendimento das 13h às 18h, as lojas de autopeças, lava-jatos, lojas de conveniência presentes em postos de combustíveis, estabelecimentos especializados em alimentação para animais, lojas de materiais de construção e bares, estes últimos, porém não poderão manter consumo no local.

O cliente que quiser consumir alimentos no local de compra em Castilho não ficará sem opções, mesmo com maior restrição. Restaurantes e lanchonetes estão autorizadas a permitir que consumidores comprem alimentos e os consuma dentro do próprio espaço. Porém, a permissão só será concedida no horário do almoço, das 10h às 15h, sendo que estes estabelecimentos, a partir das 18h, só poderão funcionar no sistema de delivery.

 

Serviços essenciais

O decreto da prefeitura de Castilho permite ainda o funcionamento das padarias no horário das 6h às 19h, e dos postos de combustível das 6h às 22h, exceção feita àqueles estabelecimentos do tipo que ficam à beira das estradas, que podem funcionar normalmente por 24 horas. Tanto padarias quanto postos de combustíveis são considerados serviços essenciais.

Ainda entre os essenciais, o decreto estipula um horário de funcionamento para os supermercados e as farmácias, considerados estabelecimentos de primeira importância durante a quarentena.

 

Feiras

As feiras livres seguem com permissão de funcionamento em Castilho, porém com a recomendação de evitar aglomeração e sem consumo de produtos no local. As feiras dominicais podem ser realizadas das 5h às 12h, enquanto a feira do produtor rural pode seguir sendo realizada às quartas-feiras, das 12h às 19h.

Limpeza

De acordo com o texto do decreto da prefeita Fátima Nascimento, todos os estabelecimentos comerciais de Castilho deverão seguir com critérios rígidos de limpeza, bem como devem fornecer álcool em gel ao seus clientes, divulgar em locais visíveis as informações sobre a prevenção da covid-19 e as formas de mitigação do contágio, não permitir que o consumidor entre no estabelecimento sem o uso da máscara, além de delimitar a presença de clientes para um por cada 20 metros quadrados.


Compartilhe esta notícia!