Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – CASTILHO

A Secretaria de Estado da Habitação vai substituir os antigos sorteios presenciais de moradias da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), que reuniam milhares de inscritos em estádios, ginásios de esportes ou praças de cidades do interior, pela versão digital, sem plateia e com transmissão ao vivo pela internet. Todo o processo terá acompanhamento de uma empresa de auditoria externa, garantindo a lisura e transparência do sorteio eletrônico. A transmissão do sorteio de 208 casas da CDHU em Castilho (128 unidades) e Valparaíso (80 unidades) está marcada para esta quinta-feira (25), às 9 e às 10 horas, respectivamente. “O mais importante nesse momento é garantir a saúde das pessoas e a continuidade da entrega de moradias para as pessoas que mais precisam”, afirmou o secretário da Habitação, Flavio Amary.

Segundo a prefeita de Castilho, Fátima Nascimento, terão direito a concorrer todos aqueles que já realizaram as inscrições no início deste ano. Eles receberam do Governo o link para acompanhar a transmissão do sorteio. “Eu me recordo que essas foram uma das minhas primeiras ações quando assumi a Prefeitura de Castilho. Sabia da necessidade de nossa gente e do déficit habitacional. Então nossa luta não foi em vão e em breve vamos poder realizar o sonho de centenas de castilhenses de ter um Lar para si e sua família”, destacou a prefeita.

A construção das novas moradias, referente ao novo empreendimento, ainda não teve início devido à nova metodologia de trabalho da CDHU. Nesta modalidade primeiramente foram realizadas as inscrições e, somente agora o sorteio. Posteriormente, já com os contratos assinados pelos futuros moradores é que será dado início à construção do conjunto.

Conforme o edital publicado antes das inscrições, as famílias aprovadas na análise de crédito promovida pela Caixa, Prefeitura e CDHU deverão assinar os respectivos contratos de financiamento antes do início das obras (crédito de imóvel na planta).

Todas as unidades serão destinadas às famílias com renda familiar bruta mensal entre R$ 1.200,00 e R$ 5.817,75. Cada casa será composta por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço com área total de 47,87 m2.

PRIORIDADE – Conforme o Edital, das 128 casas, 03% serão destinadas a pessoas idosas, o que equivale a 04 casas. Outras 7% serão destinadas a pessoas com alguma deficiência, no caso 09 moradias. Para policiais seja Militar, Civil ou Agente Penitenciário serão destinadas 4%, ou seja 06 casas. E, para o público geral, serão sorteadas 109.

 

INSCRIÇÕES 124 CASAS

A prefeita Fátima Nascimento confirmou que na próxima segunda-feira (29), iniciarão as inscrições das 124 casas populares em fase final de construção no bairro Laranjeiras. “Se Deus quiser dentro de mais 60 dias essas casas já estarão aptas para serem sorteadas também. Ou seja, serão mais 124 famílias saindo do aluguel”, disse a prefeita durante fiscalização à obra.

pPara concorrer a uma dessas 124 casas, os interessados deverão acessar o site da CDHU: http://www.cdhu.sp.gov.br. O período de inscrição será de 10 dias, entre 29 de junho e 8 de julho.

 

O SORTEIO

Diferente do habitual, o sorteio eletrônico será realizado em duas etapas. Na primeira será sorteada a sequência numérica que formará a “semente”, composta por 8 números sorteados através das duas urnas instaladas no auditório da CDHU, em São Paulo. Na segunda etapa, as moradias serão sorteadas pelo computador através de um programa especial, em código aberto, baseado em algoritmo matemático randômico, desenvolvido pelos técnicos da CDHU. Foi utilizada uma chave simétrica, capaz de garantir a segurança dos resultados dos sorteios. Além disso, todo o processo será auditado por uma empresa de auditoria externa.


Compartilhe esta notícia!