Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – NOVA GUATAPORANGA

O marido de uma ex-vereadora de Nova Guataporanga, Moacir Aparecido Fernandes Vasconcelos, conhecido como Lako, foi condenado pela Justiça a pagar R$ 25.900 em duas ações julgadas pela 2ª Vara Cível de Tupi Paulista por conta de ofensas publicadas em uma rede social. Ele também foi condenado à prisão em uma delas.

Em uma delas, Lako foi condenado a pagar 20 salários mínimos, cerca de R$ 20.900, ao prefeito da cidade, Vagner Alves de Lima, o Pretinho (MDB), por danos morais. Lako ofendeu o chefe do executivo municipal em uma página no facebook o chamando de “ladrão”, “corrupto” e “devoto do capeta”.

De acordo com o juiz, os comentários de Lako foram “maldosos, sem qualquer lastro fático”. O prefeito, em nota, afirmou que também é um ser humano e por isso foi atrás de seus direitos. “Antes de ser prefeito, eu sou ser humano, um cidadão e cumpro com os meus deveres também. Então os direitos são iguais”, afirmou.

Na outra condenação, Lako terá de pagar R$ 5 mil a uma servidora pública municipal não identificada também por ofensas e agressões verbais publicadas no facebook.

Neste caso, ele também foi condenado a 1 mês e 23 dias de prisão, em pena a ser cumprida no regime semiaberto. Cabe recurso em ambas as sentenças.


Compartilhe esta notícia!