Home Cidades Andradina Uso de máscara passa a ser obrigatório em estabelecimentos comerciais

Uso de máscara passa a ser obrigatório em estabelecimentos comerciais

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ANTONIO CRISPIM – ANDRADINA

A assessoria da prefeita de Andradina, Tamiko Inoue, informou que a partir desta segunda-feira (4), o uso da máscara passará a ser obrigatório dentro dos estabelecimentos de atendimento a clientes, como supermercados, farmácias, casas lotéricas, postos de combustíveis e outros. “O uso da máscara será obrigatório para quem está trabalhando (no estabelecimento) e para o cliente. Cabe ao empresário impedir a entrada de quem não estiver com a máscara. O não cumprimento da exigência vai acarretar punição”, disse o assessor, explicando que a medida visa preparar a cidade e a população para o processo de retomada da atividade econômica.

Quanto ao uso da máscara nas vias públicas, o assessor disse que por enquanto a Prefeitura está apenas recomendando. “As pessoas devem entender que a máscara é uma proteção para ela e para quem está próximo”, acrescentou.

Quanto ao tipo de punição ao estabelecimento que for flagrado sem exigir o uso da máscara, o assessor disse que ainda estava sendo analisado pela ária jurídica.

 

BIRIGUI

A partir do 6 (quarta-feira), o uso de máscara será obrigatório em todos os prédios públicos e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços de Birigui. Os prédios públicos e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços deverão oferecer produtos de higienização.

Os estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços deverão exigir o uso de máscaras aos seus clientes para acesso interno. A exigência se estende quando estiverem em filas nos passeios, vias ou logradouros públicos.

 

ÔNIBUS

A partir desta segunda-feira (4), passa a ser obrigatório o uso de máscaras de proteção facial por passageiros do transporte intermunicipal em todo o Estado de São Paulo. O Decreto, assinado pelo governador João Doria considera que o uso de máscara constitui medida adicional ao distanciamento social para conter a disseminação da covid-19. A medida vale enquanto perdurar a quarentena. Caberá às empresas de transporte coletivo intermunicipal, tanto nas linhas rodoviárias quanto nas suburbanas, proibir a entrada e a permanência de passageiros que não estiverem usando máscara de proteção facial. A Artesp – Agência de Transporte do Estado de São Paulo reitera a orientação para que a população permaneça em quarentena e não faça viagens desnecessárias.


Compartilhe esta notícia!