Home Cidades Andradina Castilho terá barreira sanitária e uso obrigatório de máscara facial

Castilho terá barreira sanitária e uso obrigatório de máscara facial

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – CASTILHO

A partir da próxima semana o decreto de isolamento social será mais rigoroso em Castilho. A Prefeitura prorrogou a quarentena até 10 de maio, a exemplo do que fez o governador João Dória. Porém, dessa vez o município exigirá uso de máscara facial obrigatório em locais públicos e também terá barreira sanitária no portal de entrada.

A proposta foi debatida e aprovada em reunião de avaliação pelo Comitê de combate e enfrentamento ao Covid-19 de Castilho, quando também participaram membros da Vigilância Sanitária e do Código de Postura. “Pelo período que estamos em isolamento, graças a Deus não temos nenhum caso confirmado da doença aqui. Então vamos aumentar nossa prevenção e proteger nossa cidade de quem vem de fora”, explicou o presidente do Comitê, Sidnei Ferreira.

Nessa semana, membros do comitê castilhense foram até Três Lagoas-MS acompanhar de perto o trabalho realizado na barreira sanitária daquele Estado.

Todos veículos eram parados na blitz para receber orientações preventivas. Além de policiais, havia representantes da saúde questionando se os motoristas ou ocupantes dos veículos tiveram algum sintomas recentemente parecido ao covid-19, ou se tiveram contato com alguma pessoa do referente caso. Enquanto isso, outro membro da equipe anotava a placa do carro para o banco de dados. A média de tempo em cada abordagem era em torno de 30 a 40 segundos.

Em Castilho esta ação será desenvolvida por membros da Secretaria Municipal de Saúde, Brigadistas e Comitê, das 7h da manhã até às 19h. A prefeita Fátima Nascimento encaminhou ofício a Via Rondom, bem como à Polícia Rodoviária e Polícia Militar da Infantaria solicitando apoio na barreira.

MÁSCARAS

Aos comércios liberados para funcionamento o Comitê exigiu em decreto o uso obrigatório de máscara facial não apenas para o comerciante e funcionários, mas também pelos clientes. Sendo assim, após reunião com alguns representantes do comércio castilhense ficou acordado que a medida passaria a ser obrigatória a partir desta segunda-feira. A medida é vista como prevenção e diminuição dos riscos de contágios entre as pessoas.

O comerciante que for flagrado atendendo cliente sem uso de proteção facial será penalizado com o fechamento do prédio e só poderá reabrir após fim do decreto.


Compartilhe esta notícia!