Home Cidades Andradina Manifestação pela abertura do comércio em Andradina é suspensa após ordem judicial

Manifestação pela abertura do comércio em Andradina é suspensa após ordem judicial

3 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ANDRADINA

Uma carreata organizada por grupos de whatsapp de Andradina foi cancelada após proibição imposta pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. O objetivo era pressionar as autoridades pela reabertura do comércio local.

A concentração de veículos aconteceria no final da tarde de ontem, na Avenida Guanabara, uma das principais vias de entrada e saída do município.

Conforme decisão do juiz Victor Gavazzi Cesar, da comarca de Andradina, a manifestação seria ilegal diante dos Decretos Municipal e Estadual que limita a circulação de pessoas durante o período da quarentena, que vai até 7 de abril por decreto estadual, para casos de necessidades primárias como alimentação, cuidados com a saúde e exercício de atividades essenciais.

A decisão do magistrado ainda diz que a convocação da manifestação é uma medida prejudicial à saúde pública e que submeteria toda a população a maiores riscos por conta da disseminação do coronavírus.

O texto da decisão que foi publicado afirma que a manifestação em si poderia trazer “danos de magnitude irreversível, possibilitando uma sobrecarga junto ao sistema de saúde local”, lembrando que a doença foi declarada uma pandemia e já registrou casos em cidades mais próximas como São José Rio Preto.

A ordem foi enviada à Polícia Militar de Andradina para que evitasse qualquer tipo de aglomeração e identificasse os participantes. Quem descumprisse a ordem responderia por crime de desobediência e seria denunciado ao Ministério Público para ser responsabilizado, além de pagar uma multa de valor não estipulado.


Compartilhe esta notícia!