Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

Com um ‘Muito obrigado”, Willian Araújo de 39 anos, começou seu agradecimento após receber alta da Irmandade Santa Casa de Andradina, depois de cinco dias de internação em quarto isolado, devido a uma viagem em área de risco e apresentar sintomas mais persistentes de “uma gripe” e precisar de suporte respiratório. Ele segue em isolamento domiciliar, aguardando o resultado do teste que atestará positivo ou negativo para o Covid-19.

Em uma rede social, Willian emocionoua todos, não somente o corpo clinico do hospital, como também toda uma sociedade que segue preocupada com os últimos acontecimentos.

“Por alguns dias essa foi a visão que tive de mundo, uma janela, uma chaminé, alguns pombos e o céu. Mas pude ver muito mais que isso, pude ver coisas que só em total retiro e isolamento em meio ao caos alguém pode ver.
Internado por SUSPEITA de covid19 na quinta-feira após ter estado em uma área de risco fiquei isolado em um apartamento da Santa Casa de Andradina, sem visitas, sem poder sair do quarto apenas recebendo a intervenção de enfermeiras e médicos que protegidos iam me atender. Ali pude ver o valor que tem cada uma daquelas pessoas que ali trabalham, homens e mulheres que deixam suas casas, famílias, filhos, para dedicar as suas vidas a combater na linha de frente um inimigo invisível que vem ganhando corpo e espaço com o passar do tempo. Que escolheram por profissão arriscar suas vidas para dar vida a pessoas as vezes nunca vistas, e não só o fazem, como fazem com amor, carinho, respeito e empatia. A todo instante ao ser medicado ouvia algo do tipo “fica tranquilo você vai conseguir”, “você vai ver você não vai ter isso não”, “vai dar tudo certo logo você poderá ver sua filha”, mesmo com todo cuidado seguindo procedimentos e protocolos via nos profissionais um desejo de acertar, de conseguirem, minha recuperação não era só minha era um prêmio deles. Algumas vezes eles saiam e eu me emocionava com tamanha coragem e amor demostrado por eles. Agora já sem sintomas, recebi alta, vim para casa, mas vou carregar para sempre meu respeito, minha admiração e gratidão a esses profissionais. Eles merecem muito mais que salva de palmas eles merecem toda sorte de bênçãos dos céus sobre suas vidas! Os resultados ainda não chegaram, vou seguir sendo assistido pela equipe de vigilância até que venha, mas independentemente do resultado, mais que os antibióticos e tratamento, o amor, o humanismo e a empatia deles me curaram. Assim entendo que a todo instante Deus estava comigo através de seus símbolos o pombo do Espírito, a fumaça do seu Santíssimo, a morada dos céus e principalmente seus anjos que vestiam azul e usavam suas máscaras.
Vamos fazer a nossa parte cuidando uns dos outros para que esses profissionais possam seguir com coragem fazendo a parte deles”, conclui o paciente agradecido.

“A diretoria da Santa Casa de Andradina, enaltece o profissionalismo e zelo de seus colaboradores uns com os outros e principalmente com os pacientes que em momentos difíceis, recebem ali o conforto necessário”, diz nota da assessoria da Santa Casa.

Em atualização aos pacientes ainda em isolamento no hospital, seguem dois casos aguardando o resultado dos testes.

A Idosa de 74 anos, vinda do município de Castilho, apresentou melhora e recebeu alta da UTI. Ela segue em quarto isolado, sem ajuda de aparelho respiratório.

Já a criança de 9 anos, também apresentou melhora dos sintomas persistentes de “gripe”, mas ainda permanece em isolamento, acompanhada pela mãe.


Compartilhe esta notícia!