Home Cidades Andradina Rebelião em presídio de Mirandópolis movimenta polícia da região

Rebelião em presídio de Mirandópolis movimenta polícia da região

2 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

VITOR MORETTI – MIRANDÓPOLIS

A Penitenciária 1 de Mirandópolis registrou uma rebelião no fim da tarde dessa segunda-feira (16). O motivo seria o cancelamento da saída temporária por conta do combate ao novo coronavírus.
Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o motim começou depois das 17h no regime semiaberto da unidade prisional.
Cerca de 900 presos se rebelaram com a medida e colocaram fogo nos pertences. A penitenciária ficou sem energia elétrica. Policiais militares de toda a região de Araçatuba foram enviados ao local para conter a rebelião, além do Grupo de Intervenção Rápida.
Por meio de uma nota, a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou que está tomando as devidas providências para sanar o problema. De acordo com a Polícia Militar, a situação foi controlada por volta das 20h.
O Sifupesp (Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo) informou que não teria sido registrada nenhuma fuga em Mirandópolis e ninguém foi feito como refém.

OUTRAS UNIDADES
Outras unidades também registraram rebeliões, algumas delas com fugas. Foram registradas ocorrências no Pemano, em Tremembé, no Centro de Ressocialização de Sumaré e no presídio de Mongaguá.

 


Compartilhe esta notícia!