Home Cidades Andradina Secretaria de Logística e Transportes admite estudos para privatizar rodovias da região

Secretaria de Logística e Transportes admite estudos para privatizar rodovias da região

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – Pereira Barreto

O governo de São Paulo está intensificando os estudos para concessões de aeroportos, rodovias e outros serviços públicos. Está em andamento o processo maior concessão da história do estado, que prevê passar à iniciativa privada trechos de várias rodovias, ligando Piracicaba a Panorama, na divisa com Mato Grosso do Sul. No total são mais de 1,2 mil quilômetros de rodovia passando por dezenas de municípios. Na região, pelo menos duas estradas estão em estudos de viabilidade para concessão: a SP 310 (Feliciano Sales Cunha) e a SP 320 (Euclides da Cunha).

“A secretaria de Logística e Transportes informa que foi iniciado um estudo sobre os próximos pacotes de concessão do Governo do Estado. As rodovias SP 310 (Feliciano Salles Cunha) entre Mirassol e Ilha Solteira e a SP 320 (Euclides da Cunha), entre Mirassol e Rubineia, estão sendo analisadas. Apenas após essa fase de estudos, será possível afirmar se as rodovias irão entrar neste pacote e como será realizada essa concessão”, informou a secretaria por meio de nota à redação de O LIBERAL REGIONAL.

No início deste mês o governo estadual entregou recuperação da Feliciano Sales Cunha no trecho entre Sud Menucci e Pereira Barreto, beneficiando mais de 33 mil habitantes da região. As obras foram realizadas com recursos do Governo do Estado, por meio do

Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que destinou R$ 40 milhões, oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os serviços tiveram início em janeiro de 2018, pelo Consórcio Via Noroeste, e foram concluídos em janeiro deste ano. Nesse período, foram gerados 339 novos empregos, entre 85 vagas diretas e 254 indiretas.

Ao todo, foram 26,8 quilômetros recuperados, do km 595,07 ao km 621,91, incluindo a recuperação da interligação SPI 627/310, no município de Pereira Barreto. O trecho integra um conjunto de obras que foram divididas em sete lotes, cujo investimento do Governo do Estado ultrapassa R$ 331 milhões entre o km 454,3 ao km 621,9, que compreende o trecho da rodovia entre Mirassol e Pereira Barreto, com 175,9 quilômetros de extensão. O estudo parta concessão abrange também po trecho entre Pereira Barreto e Ilha Solteira.

PIRACICABA-PÁNORAMA

O Consórcio Infraestrutura Brasil foi o vencedor da licitação do trecho Piracicaba-Panorama, no interior de São Paulo. A oferta vencedora foi de R$ 1,1 bilhão, com ágio de 7.209% sobre a outorga mínima. No período de 30 anos, a concessionária – o contrato deve ser assinado ainda este ano – deve investir R$ 14 bilhões.

No total são 1.273 quilômetros de rodovias que serão modernizadas e ampliadas em São Paulo. O lote Piracicaba-Panorama é composto pela malha de 218 quilômetros, atualmente operada pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, além de 1.055 quilômetros operados pelo DER-SP, que passarão a receber todas as modernizações do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo. Receberão investimentos trechos das rodovias SP-304, SP-308, SP-191, SP-197, SP-310, SP-225, SP-261, SP-293, SP-331, SP-294, SP-284 e SP-425, beneficiando diretamente 62 municípios cortados por essa malha.


Compartilhe esta notícia!