Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

A prefeita Tamiko Inoue confirma, em nota oficial, que os professores temporários continuam recebendo normalmente o auxílio-alimentação como sempre aconteceu em seu mandato. Com a nota, a prefeita rebate informações circuladas em redes sociais “explorando o fato de maneira que não condiz com a posição da administração”.

“Além de ser professora, em minha administração valorizamos muitos nossos colaboradores e cumprimos à risca os direitos trabalhistas. A não ser algumas posições judiciais que às vezes determina a revisão de benefícios onde somos obrigados a cumprir, todos os servidores recebem rigorosamente pelo seu trabalho”, comentou a prefeita, ressaltando que não atrasou em nenhum dia o salário e que vem até adiantando o dia do pagamento na maioria dos meses como forma de reconhecer o trabalho da categoria.

Segundo o secretário de Administração e Finanças, Antônio Sérgio da Fonseca Filho, o Governo de Andradina se compromete  a pagar o auxílio-alimentação caso tenha ocorrido algum equívoco. “Orientamos a procurar a divisão de Recursos Humanos para resolver a situação”, comentou.

“Temos que tomar cuidado com as notícias que circulam sem fonte de informação nas redes sociais ainda mais em ano eleitoral. Mas, nós do Governo de Andradina com a liderança da prefeita Tamiko estamos trabalhando para fazer uma Andradina melhor a cada dia e estamos bastante otimistas com o crescimento da cidade neste ano. Isso passa pela valorização dos nossos servidores sem distinção se são contratados temporiamente ou de carreira. Esperamos o melhor de cada um em seu local de trabalho e para isso também os valorizamos reconhecendo e pagando os que lhe é de direito”, completou Fonseca.


Compartilhe esta notícia!