AndradinaCidades

Concessionária realiza trabalho preventivo em lagoas de tratamento de esgoto

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

Com o objetivo de preservar as instalações operacionais no município, a Águas Andradina iniciou neste mês de setembro a sondagem de vários pontos no entorno das lagoas de tratamento de esgoto.
Esta técnica é capaz de prever possíveis problemas de infiltração e umidade nos taludes – superfícies laterais que delimitam as lagoas de tratamento e tem como função garantir a estabilidade do aterro, prevendo possíveis manutenções. Quando esse tipo de problema é detectado no início, a empresa consegue agir de forma ágil e preventiva, garantindo o pleno funcionamento das lagoas e evitando possíveis vazamentos.
Com base no resultado do relatório que será gerado por meio desse procedimento, a concessionária planejará ações para possíveis reparos, se houver necessidade. “Sempre buscamos inovações em saneamento para aprimorarmos continuadamente o nosso atendimento à população. Implantar ações preventivas gera mais segurança operacional”, explica o diretor de Negócios da Águas Andradina, Antonio Hercules Neto.
A previsão é que o serviço de Sondagem seja finalizado ainda este mês.

Sobre SPT
Esse procedimento, muito utilizado no ramo da construção civil, consiste em um processo de exploração e reconhecimento do solo com o objetivo de preservar a qualidade e a segurança da infraestrutura instalada no local. A sigla SPT tem origem no inglês (Standard Penetration Test) e significa ensaio de penetração padrão.

Esgoto em Andradina
Atualmente, Andradina possui 99% do esgoto coletado e tratado e cinco sistemas: São Pedro I e II; Saudade; Pereira Jordão; e Figueira. Mais de 350 mil metros cúbicos de esgoto são tratados todos os meses. Para elevar essa taxa para os 100%, chegando na universalização, em 2020, a Águas Andradina iniciará as construções dos sistemas de tratamento de esgoto nos distritos de Planalto e Paranápolis.

 

Comment here