AndradinaCidades

Concessionária alerta sobre fraudes na rede de água

DA REDAÇÃO – ANDRADINA
Nessa semana, um morador do Jardim Europa, em Andradina, foi autuado pela Polícia Civil por furto de água em sua residência. A Águas Andradina foi acionada para comparecer no local e foi confirmada a adulteração no hidrômetro, impedindo a medição correta do consumo de água. Na ocasião, foi registrado um Boletim de Ocorrência e as autoridades tomarão as medidas necessárias.
Esse tipo de ocorrência é prejudicial a todos: a quem fraudou, pois é considerado crime, segundo o Código Penal (art. 155, §§ 3º e 4º, II); aos demais moradores, por uma questão de isonomia social para que todos os clientes paguem pelo mesmo serviço; e à própria empresa, que precisa deslocar recursos e mão de obra para combater essas ilegalidades.
Alguns exemplos de fraudes comumente utilizadas na cidade são: manipulações no cavalete; perfurações no medidor de consumo; irregularidades no hidrômetro (rompimento dos lacres ou danos ao aparelho, como perfurações na cúpula); ligações clandestinas diretas na rede de abastecimento; violação de ligações cortadas; entre outros.
A Águas Andradina investe constantemente para detectar eventuais irregularidades com pesquisas e tecnologia. Uma inovação importante é a utilização do “Fluid” – um sistema que usa sensores e inteligência artificial. Como se fosse um ouvido biônico, essa ferramenta, criada pela Stattus4, é capaz de descobrir vazamentos ou fraudes por meio da vibração das tubulações.
A empresa alerta que quem frauda, além de cometer um crime, prejudica diretamente o meio ambiente, porque geralmente essas pessoas consomem água sem controle já que não estão pagando por esse serviço como o restante da população. Outro ponto de atenção é que com a manipulação indevida nas tubulações, a rede fica exposta, podendo ocasionar contaminação da água.

 

Comment here