AndradinaCidades

Vereador morre vítima de descarga elétrica

DA REDAÇÃO – VALPARAÍSO

Um acidente, ocorrido em consequência de descarga elétrica, matou o vereador João Pedro Carvalho D’Ávila Júnior, de Valparaíso, ontem de manhã.
De acordo com o delegado de polícia José Luís Abonizio, no momento do acidente, a vítima realizava trabalho de topografia em uma propriedade rural da cidade. Foi quando o instrumento de trabalho de João Pedro bateu nos fios de alta tensão. “E, nisso, com a descarga elétrica, ele foi jogado ao solo”, contou o delegado.
Ele ressaltou que o político chegou a ser socorrido por duas pessoas e encaminhado, com vida, para a Santa Casa local. Porém, não resistiu. Uma equipe de perícia foi acionada ao local por meio do Instituto de Criminalística e requisitado exame necroscópico junto ao IML (Instituto Médico Legal) para melhor apuração dos fatos.
COMOÇÃO
A notícia da morte do parlamentar causou forte comoção na cidade.
Por volta das 11h40, a administração municipal divulgou, em seu site, que o prefeito Lúcio Santo de Lima (MDB) decretou luto oficial de três dias, contados a partir de ontem, com a suspensão do atendimento no período da tarde. Ao longo do dia, todos os pavilhões municipais permaneceram hasteados em meio mastro. Conforme o comunicado, o atendimento será retomado, normalmente, nesta sexta-feira a partir das 8h.
Também em sua página na internet, a Câmara Municipal divulgou nota de pesar. Na sede do Legislativo, estava marcado para começar às 19h de ontem o velório. Já o sepultamento está previsto para as 9h de hoje.
DEPOIMENTOS
Com a morte de João Pedro, as tardes no parlamento local não serão mais as mesmas. Segundo a diretora da Câmara, Marlene Vieira, o vereador ia ao Legislativo todos os dias, sempre no período vespertino. “Ele era muito atuante”, diz a servidora. Eleito pelo PSC em 2016 com 330 votos, João Pedro estava em seu segundo mandato. Voltava, na ocasião, a ocupar cadeira na Casa duas décadas depois de ter participado de sua primeira legislatura.
Logo no primeiro ano de seu retorno à atividade legislativa, em 2017, presidiu a Câmara. Além disso, estava como presidente da Comissão de Justiça e Redação e era membro da Comissão de Agricultura, Comércio e Indústria.
Entre alguns dos projetos de lei propostos por ele, estão o que instituíram as semanas municipais do Verde e do Bueiro Inteligente, com a finalidade de prevenir, em novos loteamentos, enchentes, alagamentos e outros acidentes relacionados ao entupimento de galeria de águas pluviais. Em fevereiro do ano passado, foi um dos oito vereadores que votaram favoráveis à cassação do então prefeito Roni Ferrareze (PV).
Para seu colega de partido na Câmara, o vereador Rodrigo Carvalho Pinho, foi “a perda de uma pessoa doce e de grande coração”. Disse o parlamentar: “Tínhamos uma amizade que começou bem antes de entrarmos na política. Era pessoa leal, preocupado em colaborar com as entidades assistenciais e que estava sempre envolvida em causas ligadas ao município. Estava sempre indo a Brasília ou a São Paulo atrás de recursos”, conta.
FAMÍLIA
Nascido em Valparaíso, João Pedro tinha 54 anos de idade. Era casado com Cidinha e tinha uma filha, Lívia. Fora da política, trabalhava como agricultor.

 

 

Comment here