Considerada o coração da Santa Casa de Andradina, a capela, local criado pela Irmandade junto com o prédio da instituição, hoje, precisa de reforma, para que além de acolher os pacientes, seus familiares, comunidade em geral para as celebrações e missas, possa continuar sendo a identidade do hospital e seguir com o seu principal lema “A serviço da Vida!”.
Por estar ligada a Paróquia São Sebastião, a Capela da Santa Casa tem como referência, o padre Sebastião, que no último dia 10 de maio realizou uma missa em alusão aos 79 anos da instituição e, seguindo com calendário festivo, a diretoria do hospital, em reunião com o padre, anunciou a reforma da capela.
“@Texto Normal:É de obrigação da diretoria e também da população, manter a capela em seus moldes tradicionais, com bastante conforto e principalmente com muito respeito a sua história que marca a construção do nosso hospital”, afirma Sebastião Sérgio da Silva, superintendente da Santa Casa Andradina.
Será uma obra reparadora dos danos que o tempo causou na construção, como troca de vidros quebrados, reparo em fissuras, trincas e infiltrações, troca de lâmpadas, nova pintura, adequação de plantas decorativas, troca e instalação de ventiladores para comportar a climatização do ambiente. Segundo a engenheira responsável pelo projeto, Beatriz Oliveira, as obras serão realizadas da fachada, até o altar, incluindo a parte superior, o térreo, a cozinha e sala de apoio. “Não vamos alterar o projeto original, apenas restaurar e o tornar ainda mais acolhedor”, afirma Beatriz.
Para o padre Sebastião, é um presente para as famílias andradinenses que tem naquele local, um conforto em momentos de inquietude quando um ente, esta internado. “Não é uma coincidência, a capela estar localizada ao lado da UTI, por vezes, já oramos junto dos familiares pela vida dos que estão em estado terminal”, relata o padre que ainda estende o compromisso para a população em ajudar nas promoções que serão feitas para garantir a verba para a reforma.
Em agosto, esta prevista uma quermesse para arrecadar fundos para o início das obras que devem durar de quatro a seis meses.
As missas ou celebrações em intenção aos enfermos acontecem todas as terças-feiras, às 15h e a na primeira sexta-feira do mês, as 19h, missa do Sagrado Coração de Jesus.

DA REDAÇÃO
Andradina

Mostrar mais
Carregar mais em Andradina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Festa marca inauguração da decoração do SRC

ANTÔNIO CRISPIM – ANDRADINA A inauguração da decoração de Natal da sede do SRC, em A…