Andradina

Irmandade Santa Casa de Andradina celebra 79 anos

Fundada em 10 de Maio de 1940, a Irmandade Santa Casa de Andradina, hoje composta dentro da Organização Social de Saúde, trabalha em prol da melhoria de vida de seus pacientes e a satisfação profissional de seus colaboradores.
Completando 79 anos, tem muito a comemorar. Hoje é mantenedora das unidades: AME Andradina, AME Araçatuba, AME Botucatu, AME Fernandópolis, AME Promissão, Rede de Reabilitação Lucy Montoro de Fernandópolis e Saúde Indígena do Ministério da Saúde de Curitiba, mas ainda tem como desafio, a estruturação da rede de serviços de média complexidade de suas regiões de administração com a máxima humanização do serviço prestado.
“Celebrar essa data, é ter a certeza que estamos trilhando um caminho de respeito ao próximo, sempre na busca de novos investimentos melhorando assim, a qualidade em nossos atendimentos”, declara o superintendente da Santa Casa, Sebastião Sérgio da Silva. “São os colaboradores que no dia-a-dia colocam em prática a essência de nossa Organização, o cuidar do outro como se fosse a si mesmo”, complemente.
E para celebrar a data, foi preparada uma programação especial que começa nesta quarta-feira, 8 de maio, a partir das 19h30, com uma apresentação do Coral da APAE de Andradina e logo em seguida, a inauguração da Ala Cirúrgica da Santa Casa que vai proporcionar aos pacientes um pós-operatório imediato e alojamento conjunto, que são os cuidados prestados a mulher no pós-parto e ao recém nascido. Uma estrutura com 22 leitos, construída com recursos próprios.
Já no dia 9 de maio, quinta-feira, a partir das 20h, na Câmara Municipal, a OSS promoverá uma palestra motivacional que tem como título “A hora é Agora”, ministrada pelo coach Cáudio Ribas.
No dia 10 de maio também as 20h, será celebrada um missa na Capela da Santa Casa com o padre Sebastião, encerrando a programação de eventos em alusão ao aniversário da Instituição.
O presidente da Organização Social de Saúde de Andradina, Fábio Antônio Óbici, convidou a população. “A Santa Casa não tem dono, então para comemorar a data precisamos de todos que em algum dia, já passou por aqui”, finaliza Óbici.

DA REDAÇÃO
Andradina

Comment here