Compartilhe esta notícia!

A Polícia Civil de Andradina, por meio das equipes da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e DIG (Delegacia de Investigações Gerais), prendeu na tarde de terça-feira (1) um rapaz de 19 anos suspeito de participar de uma quadrilha especializada em aplicar golpes da falsa compra do cartão de crédito.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que a vítima do estelionato procurou a delegacia para informar ter recebido ligações suspeitas de um homem se passado por funcionário da Febraban (Federação Brasileira de Bancos). O golpista perguntou à pessoa se ela havia feito uma compra no cartão de crédito e, para evitar prejuízos, ela teria que entregar o objeto ao suposto funcionário para que a transação fosse cancelada.

A vítima tomou conhecimento pelos policiais de que isso seria um golpe. Nesse momento, um dos policiais passou a atender as ligações e fingiu concordar com todos os procedimentos para entregar o cartão. Foi passado um endereço, mas àquela altura a polícia já havia montado uma operação para fazer o flagrante.

Depois de alguns minutos, o suspeito, identificado pelas iniciais I.C.D.D.S., chegou em uma moto e mostrou um falso crachá da Febraban. Nesse instante, o policial civil o abordou e deu voz de prisão em flagrante. O autor confessou o crime e revelou que no quarto onde estava hospedado haveria máquinas de cartões de crédito, além dos cartões de algumas vítimas. A polícia apreendeu os objetos, além de comprovantes de compras que ultrapassavam R$ 20 mil.

Em depoimento, o golpista contou ainda que já havia participado de outros golpes em Andradina e Três Lagoas (MS) e que recebia R$ 200 por cada golpe bem-sucedido. O homem foi apresentado na delegacia, onde permaneceu preso em flagrante. Após as diligências, mais uma vítima foi localizada. Ele havia aplicado o golpe minutos antes da abordagem. O rapaz foi transferido para a cadeia pública de Pereira Barreto, de onde deverá aguardar decisão judicial.


Compartilhe esta notícia!