Compartilhe esta notícia!

Policiais militares do 12° Baep (Batalhão de Ações Especiais) de Araçatuba localizaram, na noite de quinta-feira (27), três tratores que foram furtados horas antes na zona rural de Rubiácea. Os veículos pertencem a um agrônomo, de 40 anos, e o irmão dele, um biólogo de 39. Um casal chegou a ser levado para a delegacia como suspeito de participação no crime, mas foi liberado pelo delegado por falta de provas.

Durante a tarde, as equipes do Baep receberam denúncia de que os veículos estariam às margens da rodovia Elyéser Montenegro Magalhães (SP-463) e um dos suspeitos estaria ali perto esperando a melhor oportunidade para dar continuidade ao sumiço. A denúncia dava conta, ainda, que o autor estaria na presença de uma mulher em um veículo Corsa prata.

Alguns minutos depois, os policiais abordaram um carro com as mesmas características e um casal no interior. As equipes questionaram os ocupantes a respeito do furto e os dois negaram enfaticamente qualquer envolvimento na ação criminosa.

Consta ainda no registro policial que quando o helicóptero Águia foi comunicado para fazer sobrevoos na região a fim de localizar os tratores, o borracheiro teria se alterado e partido para cima de um PM. Ele teve que ser contido e algemado.

LOCALIZAÇÃO

Com o apoio aéreo, a polícia conseguiu localizar os veículos dentro de uma mata fechada, próximos a uma estrada de terra que dá acesso ao bairro Engenheiro Taveira, a cerca de um quilômetro do local da abordagem do casal.

Os dois foram levados até a Central de Flagrantes, onde prestaram depoimento. O delegado plantonista não encontrou provas suficientes que levassem ao pedido de prisão em flagrante do homem e da mulher, por  isso decidiu liberá-los algumas horas depois.

A equipe de plantão da Central de Flagrantes se deslocou até o local onde os tratores foram localizados, já que foi necessária a vinda da perícia técnica. Foram colhidas impressões dígito-papilares e material biológico nos veículos. O laudo deverá ficar pronto nos próximos dias. A Polícia Civil abriu inquérito para dar prosseguimento às investigações.


Compartilhe esta notícia!