Compartilhe esta notícia!

Você já deve ter saído para pegar o seu jornal do lado de fora da residência ou ter acessado essa reportagem pela internet e sentido o frio que está fazendo em Araçatuba. O tempo mudou completamente depois da chegada nesta madrugada (21) de uma frente fria acompanhada com uma massa de ar polar. As temperaturas despencaram nas últimas horas e assim deverão continuar até amanhã (22).

Apesar da chegada do frio, a tão esperada chuva ainda deverá ficar apenas na vontade. Segundo o climatologista Vagner Camarini pode chuviscar na cidade, mas de forma isolada. “Ainda não há previsão de um volume expressivo de chuva na região de Araçatuba. As cidades ainda vão continuar em um período seco por mais alguns dias”, disse à reportagem.

Mas, o frio, esse sim será intenso. As mínimas entre hoje e amanhã serão de nove graus. Já as máximas ficarão em torno de 20°C. A partir de domingo (23), o Sol volta a aparecer com mais força e, aos poucos, os termômetros sobem novamente.

“Essa será a última frente fria com maior intensidade no inverno deste ano. A primeira ocorreu no início de julho e essa será bem parecida, que pode provocar até mesmo as menores temperaturas no ano em algumas cidades”, avaliou Camarini.

PROBABILIDADE DE CHUVA

De acordo com o site Climatempo, a probabilidade de chover nesta sexta em Araçatuba é de 40%, com um total de apenas dois milímetros. Até o próximo dia três de setembro não existe possibilidade de chuva e as temperaturas poderão chegar novamente aos 35°C.

Já na região de Presidente Prudente, por exemplo, essa realidade foi bem diferente. Durante toda essa semana choveu nas cidades, volume quatro vezes maior do que a média esperada no mês.

RISCO DE GEADA

Por conta das baixas temperaturas, Camarini diz que será difícil gear na região de Araçatuba, mas a possibilidade não é descartada. “Pode até haver em regiões mais altas ou nas baixadas, mas os cálculos mostram que há um risco maior para ocorrer na região de Marília e Rancharia”, concluiu.

O inverno começou no país no último dia 20 de junho e segue até 22 de setembro, quando começa a primavera. O tempo seco ainda deverá permanecer nos próximos meses em um já longo período de estiagem.

 


Compartilhe esta notícia!