Compartilhe esta notícia!

Policiais militares do 12° Baep (Batalhão de Ações Especiais) prenderam um ajudante de pedreiro de 18 anos e um desempregado, de 21, por tráfico de drogas na noite de terça-feira (11) pela  rua Cândido de Freitas Santos, no bairro Hilda Mandarino, em Araçatuba. Três adolescentes, de 14 e 16 anos, também foram abordados. Dois deles permaneceram apreendidos e a terceira acabou liberada após prestar depoimento. Entre os objetos apreendidos estão pedaços de maconha, cocaína e quase 30 mil pinos vazios utilizados no embalo de entorpecentes.

A reportagem apurou que os policiais faziam patrulhamento de rotina quando avistaram um dos suspeitos saindo de um veículo GM/Astra e seguindo em direção a uma casa a poucos metros dali. Ao avistar a viatura, o indiciado abriu o portão do imóvel e deixou cair uma sacola com um pacote contendo microtubos vazios.

Imediatamente, os PMs realizaram a abordagem e localizaram mais um pacote com pinos vazios, dois pedaços de tijolo de maconha, além de três frascos de fermento em pó. No interior da casa estavam o outro preso e os três adolescentes.

Na sala havia um liquidificador, uma peneira pequena e uma porção de cocaína a granel. A suspeita é de que os autores iriam misturar os entorpecentes com o fermento em pó e depositá-los nos pinos. Questionados, os dois homens confessaram a prática criminosa e revelaram que dois dias antes tinham ido até um pasto existente no bairro Água Branca e lá esconderam mais microtubos vazios.

APREENSÃO E UNIFORME

O Baep se deslocou até o endereço indicado pela dupla, no cruzamento das ruas Aristides Torres com a Francisco Bruno e dentro de um tambor enterrado localizaram cerca de 29 mil pinos e um tijolo de cocaína.

Os dois menores relevaram que iriam ajudar os outros dois detidos no preparo das drogas. O que chamou a atenção da polícia é que um deles estava vestindo um uniforme de frentista. Indagado, o rapaz confessou não trabalhar, mas que utilizava a roupa para fazer a distribuição de entorpecentes de moto a fim de não chamar a atenção. Os dois infratores prestaram depoimento na presença de uma responsável e da advogada de defesa e permaneceram apreendidos, à disposição da Vara da Infância e Juventude do município. Já a outra adolescente, por sua vez, negou qualquer tipo de envolvimento no crime. Ela foi liberada depois de prestar depoimento.

O delegado plantonista também decidiu autuar em flagrante o ajudante de pedreiro e o desempregado pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ambos permaneceram presos, à disposição da Justiça. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações.

 

 


Compartilhe esta notícia!