Compartilhe esta notícia!

Uma operação da Polícia Militar e Civil de Auriflama, na região de Araçatuba, prendeu na manhã dessa segunda-feira (10) três rapazes, de 19, 24 e 26 anos, por tentativa de homicídio. As prisões ocorreram no bairro Vila Cachopa e são temporárias.

Conforme informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os trabalhos começaram por volta das seis horas da manhã nos endereços. Além dos três mandados de prisão, os policiais também cumpriram outros dois de busca e apreensão.

A operação foi um desdobramento da tentativa de homicídio de uma mulher, de 27 anos, atingida por um tiro durante uma briga no mesmo bairro em dezembro do ano passado. Na época, a vítima relatou em depoimento que o autor dos disparos chegou até a casa e iniciou uma discussão com o primo dela. Em determinado momento, o suspeito disparou tiros em direção ao imóvel e uma das balas atingiu o corpo dela.

MORTE E PRISÃO

Cerca de dez dias depois da tentativa de homicídio, o homem apontado como atirador foi morto a tiros pelo companheiro da mulher baleada. O suspeito foi preso no começo desse ano e cumpre pena em uma unidade prisional da região.

Conforme apuração, os amigos do rapaz morto estariam fazendo ameaças à mulher baleada e que sobreviveu ao primeiro atentado, inclusive chegaram a tentar matá-la novamente atropelada por um carro. Por conta disso, o delegado responsável pelas investigações decidiu pedir a prisão dos três envolvidos nos crimes. O trio foi transferido para a cadeia pública de Penápolis, onde deverá aguardar decisão judicial.

 

 

 


Compartilhe esta notícia!