Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Dados colhidos em uma pesquisa da APAS, a Associação Paulista de Supermercados, revelaram que o setor, um dos menos afetados por conta da pandemia do novo coronavírus, comemorou uma alta no faturamento de 12,5% em todo o estado de São Paulo entre os meses de janeiro e maio de 2020, em comparação com o ano passado. Para o diretor da APAS na região de Araçatuba, Nilton Orsi, o crescimento no faturamento vai proporcionar a manutenção dos empregos e até novas contratações para este segundo semestre do ano.

Segundos os números divulgados pela Associação, o setor de supermercados vem acumulando altas consecutivas nas vendas desde fevereiro. No mês de maio, o último contabilizado, foram 7,35% de aumento no estado. O presidente da APAS, Ronaldo dos Santos, destaca no estudo que, apesar da inflação de 0,67% em maio de 2020, o volume de unidades vendidas em maio foi de 8,89% se comparado com o maio de 2019.

Todos esses dados positivos fazem a região de Araçatuba vislumbrar a possibilidade de aumento de postos de trabalho no setor supermercadista neste segundo semestre. Além da construção de novas unidades, como do Assaí Atacadista e Supermercado Rondon, as lojas já existentes podem abrir mais postos de trabalho.

O diretor regional da APAS, Nilton Orsi, acredita que mais vagas deverão ser criadas para suprir funcionários que, por necessidade de saúde pública, estão sendo afastados por apresentarem sintomas da doença e também para suprir as novas funções que foram criadas, como por exemplo os funcionários designados para controle de entrada, higienização e aferição de temperatura. “Perspectiva do setor supermercadista para esse ano é a manutenção dos empregos e até a criação de novos. Tirando por base que com esse problema da pandemia foi um dos poucos setores que não fecharam, porém, ele está sofrendo também com a demanda de afastamentos devido à covid-19, exigindo que o setor se recomponha. E também porque criou-se novas funções dentro do supermercado baseado nos protocolos de higiene da covid-19. A perspectiva é que agora, para o segundo semestre, que a gente mantenha esses empregos, podendo até gerar novas vagas de trabalho”, afirmou Orsi em conversa com a reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL.

A pesquisa da APAS ainda mostra que a maioria dos empresários do setor estão otimistas ou neutros quanto ao segundo semestre deste ano. Ao todo, 62% dos donos de estabelecimentos do setor que responderão a pesquisa estão aguardando um aumento ou, ao menos, a manutenção das vendas no segundo semestre.

Outro dado importante é que pelo menos 89% dos empresários planejam manter o seu quadro de empregados, sendo que muitos deles esperam fazer contratações.

Novas unidades

Um fator que deve dar um ganho maior nas contratações para o setor são as unidades com previsão de inauguração no segundo semestre em Araçatuba.

O Assaí Atacadista abriu, no mês passado, pela internet, processo seletivo para a contratação de 255 funcionários diretos. A previsão é que, após estar funcionando, a rede atacadista abra até 500 postos de trabalho contando os colaboradores indiretos.

Já a quarta loja do Supermercado Rondon, que está sendo construída no bairro Concórdia 1, na zona leste de Araçatuba, é outra que tem previsão de inauguração para este semestre.

O estabelecimento, que será o maior em comparação às demais três lojas da cidade, também deverá criar cerca de 500 vagas diretas e indiretas de trabalho quando estiver em funcionamento.

Dia dos Pais

Próxima data importante do calendário comercial, o Dia dos Pais, no dia 9 de agosto, é outro motivo de expectativa para os supermercados. Segundo a pesquisa divulgada pela APAS, o setor está esperando um aumento de, pelo menos, 0,5% nas vendas em relação ao ano passado.

Para Nilton Orsi, a compra de produtos alimentícios para o dia dos pais tende a ser maior, já que com os restaurantes da região de Araçatuba proibidos de fornecer consumo local a seus clientes, mais pessoas vão optar pelas refeições em família dentro de casa na data. “A perspectiva sempre é boa quando se tem uma data festiva. Lembrando que apesar de as pessoas não estarem podendo fazer reuniões grandes, elas estão comendo mais dentro de casa, até pelo fato de não ter restaurantes abertos, e com isso acaba aumentando a compra de produtos para serem feitos dentro de casa. Então a perspectiva é muito boa, baseado nisso”, completou o diretor da APAS nas regiões de Araçatuba e Andradina.

Os hipermercados devem aproveitar o comércio fechado até o momento em cinco regiões do estado, dentre elas Araçatuba, para faturar praticamente sozinho nas vendas de móveis e eletrodomésticos.

Mercado 3


Compartilhe esta notícia!