Compartilhe esta notícia!

A Polícia Militar Ambiental prendeu, na manhã dessa sexta-feira (17), dois homens pela prática de caça de animal silvestre, em Promissão, na região de Lins. A ação fez parte da Operação Florestas Mais Seguras, desencadeada em todo o Estado para combater crimes ambientais. 

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, a equipe do policiamento ambiental de Lins estava em patrulhamento ostensivo nas proximidades do rio Feio, local já conhecido pela atividade de animais silvestres, quando deu ordem de parada a um veículo Renault/Sandero, depois de perceber que o motorista e o passageiro ficaram nervosos. 

Na busca pessoal, nada de ilícito foi localizado com os homens. Porém, dentro do carro, a polícia localizou uma espingarda de calibre 20, munição e uma capivara abatida. Com a autorização de um dos suspeitos, os policiais fizeram uma vistoria na casa onde ele mora e encontraram mais uma espingarda de calibre 32 e outra de calibre 36. 

Diante dessas evidências, os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos até a delegacia de Promissão, onde prestaram esclarecimentos. O delegado plantonista manteve a detenção por posse ilegal de arma de fogo e crime ambiental de caça. A dupla permaneceu à disposição da Justiça. Já o armamento foi apreendido e passaria por perícia técnica. A Polícia Civil abriu inquérito para dar prosseguimento às investigações do caso. 

Já a Polícia Ambiental elaborou duas infrações, totalizando o valor de mil reais, por conta do flagrante de caça de animal silvestre.  

 


Compartilhe esta notícia!