Compartilhe esta notícia!

Três homens foram presos em flagrante por policiais militares da Força Tática durante ocorrências de tráfico de drogas em Araçatuba e Birigui. Em uma das ocorrências, o suspeito já tinha um mandado de prisão em aberto pelo crime e foi flagrante, pela segunda vez, com grande quantidade de entorpecentes. Os casos foram registrados na quarta-feira (8). 

Em Araçatuba, os policiais faziam patrulhamento pelo bairro Águas Claras quando viram um veículo GM/Corsa com placas de outro município em atitude suspeita. Os dois ocupantes demonstraram certo nervosismo e chamaram a atenção das equipes, que decidiram fazer a abordagem. 

Na busca no interior do carro, os PMs encontraram um saco plástico contendo pasta base de cocaína. Os suspeitos revelaram que tinham acabado de comprar o entorpecente no bairro pelo valor de R$ 450,00. Eles contaram, também, que pretendiam preparar e fracionar a droga para realizar a comercialização em outra cidade. 

A dupla foi encaminhada até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. O delegado plantonista manteve a prisão por tráfico de drogas e a deixou à disposição da Justiça. Além da cocaína, a polícia apreendeu R$ 26,00 em dinheiro e um celular. A Polícia Civil abriu inquérito para dar continuidade às investigações. 

BIRIGUI 

Enquanto isso, outra equipe de Força Tática tomou conhecimento de um mandado de prisão em aberto contra o morador no bairro Portal da Pérola 2 pelo crime de tráfico de drogas. Imediatamente, a viatura se deslocou até o endereço e fez a abordagem em frente a uma residência. 

O suspeito, identificado pelas iniciais W.S.L., tomou ciência a respeito da decisão judicial e foi questionado se escondia algum objeto de ilícito dentro da casa. Ele confessou que realizava a comercialização de entorpecentes no local e indiciou o lugar onde escondia a droga. 

Os PMs encontraram meio tijolo de maconha, cinco porções da mesma droga, além de dez reais em dinheiro. Ele foi levado até a delegacia de Birigui, onde permaneceu preso, à disposição da Justiça. 

 


Compartilhe esta notícia!