Compartilhe esta notícia!

Policiais militares da Força Tática realizaram dois flagrantes de tráfico de drogas na noite de segunda-feira (29). O primeiro foi contra um auxiliar geral, de 30 anos de idade, em Araçatuba. Ele carregava pinos contendo cocaína. Já a segunda ocorrência foi registrada no centro de Birigui, onde o indiciado tinha um tablete de maconha.  

Em Araçatuba, segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, as equipes faziam patrulhamento pela rua Igor Dourado e Castro, no bairro Porto Real 2, quando avistaram o autor. Contra ele, existia uma denúncia de que seria procurado pela Justiça. 

Por conta disso, as equipes decidiram realizar a abordagem e efetuar a revista pessoal. Em um primeiro momento, nada de ilícito foi localizado, porém o investigado confessou que guardava entorpecentes na residência. Em vistoria no interior do imóvel, os PMs encontraram 36 pinos contendo cocaína e uma balança de precisão. 

Em contato com o Copom (Central de Operações da Polícia Militar) constatou-se realmente que contra o auxiliar existia um mandado de prisão em aberto pela 2ª Vara Criminal do município. O suspeito confessou a prática criminosa e revelou fazê-la há três meses, desde que saiu da prisão.  

Ele foi encaminhado até a Central de Flagrantes, onde o delegado plantonista deu voz de prisão em flagrante por tráfico de drogas, além de dar ciência sobre o mandado de prisão. O homem foi transferido na manhã dessa terça-feira (30) para a cadeia pública de Penápolis. 

BIRIGUI 

Ainda durante a noite de segunda, outra equipe de Força Tática fazia diligências por Birigui quando se deparou com um veículo VW/Gol em atitude suspeita. O motorista não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade por diversas vias do município. 

Durante a fuga, ele jogou um tablete de maconha. Com o apoio de outras viaturas, o suspeito foi preso e levado até a delegacia, onde a ocorrência foi registrada. Ele também permaneceu à disposição da Justiça. A Polícia Civil abriu inquérito para dar continuidade às investigações do caso. 


Compartilhe esta notícia!