Compartilhe esta notícia!

Um homem foi preso na sexta-feira (5) depois de saquear parte da carga de milho de uma carreta que tombou na manhã do mesmo dia na rodovia Elyéser Montenegro Magalhães (SP-463), em Santo Antônio do Aracanguá. O caminhão carregava cerca de 25 toneladas de milho. O investigado também estava de posse de um revólver.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais militares da Força Tática foram acionados pelo Copom (Central de Operações da Polícia Militar) para apoiar a Polícia Militar Rodoviária, já que a carga do caminhão estava sendo saqueada após o acidente.

As equipes se deslocaram até o quilômetro 61 da rodovia, já em Santo Antônio do Aracanguá, e abordaram o suspeito. Ele se preparava para sair com uma caminhonete com parte da carga de milho. Em revista pessoal, em um primeiro momento, nada de ilícito foi localizado. Porém, no interior do veículo, a polícia localizou um revólver de calibre 38 com cinco munições intactas.

O indiciado apresentou o registro da arma, mas o mesmo estava vencido. Na carroceria da caminhonete, os PMs também recuperaram nove sacos cheios de milho. Diante disso, o suspeito foi apresentado no Distrito Policial de Santo Antônio do Aracanguá, onde o delegado ratificou a voz de prisão e o deixou preso, à disposição da Justiça.

ACIDENTE

O tombamento da carreta, com placas de Osvaldo Cruz, ocorreu por volta das 7h30. O motorista seguia no sentido de Santo Antônio do Aracanguá/Araçatuba quando, por motivos a serem esclarecidos, perdeu o controle da direção na rotatória que dá acesso aos condomínios de ranchos, e tombou em seguida.

A vítima sofreu ferimentos leves e negou atendimento médico. Parte da carga de milho ficou espalhada pela pista. Equipes do Corpo de Bombeiros e do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) foram acionadas e prestaram os primeiros atendimentos.

As duas faixas da rodovia chegaram a ficar totalmente interditadas por cerca de uma hora, causando um grande congestionamento. A fila de veículos em certo momento chegou bem perto da ponte que passa sobre o rio Tietê. Depois de uma faixa ser limpa, os policiais rodoviários liberaram o trânsito no sistema pare e siga.


Compartilhe esta notícia!