Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

Com todos os protocolos de prevenção ao coronavírus, intensa fiscalização e completa estruturação de atendimento, aos poucos Andradina vai retomando a atividade econômica. Nesta sexta-feira, prefeita Tamiko Inoue fez alterações no decreto da flexibilização e uma das novidades e a volta da operação da zona azul, cuja cobrança foi suspensa durante o período em que as atividades do comércio estavam paralisadas. A volta da cobrança da zona azul visa exatamente evitar aglomeração.

“Não se permite a execução de música ao vivo, seja por meio de cantores individuais ou grupos musicais, mas apenas som ambiente, reproduzido mecanicamente”, determina o decreto da prefeita, enfatizando que “a higienização de balcões, bancadas, calculadoras, máquinas de cartão de crédito e débito (que devem preferencialmente ser envolvidas por papel filme), telefones e outros itens de uso comum, devem ocorrer com álcool a 70%”.

Houve mudança também em bares e restaurantes. “Nos restaurantes, padarias, sorveterias, lanchonetes, bares e congêneres que vendam alimentos e bebidas para consumo no local, desde que disponham de cozinha para a lavagem de louças, com exceção dos ambulantes, feirantes, trailers e food trucks, é permitido o uso de pratos, copos e talheres convencionais, devendo esses últimos ser acondicionados em embalagens plásticas ou de papel, logo após a lavagem, para disponibilização aos clientes”. Quando aos restaurantes, no sistema self-service,   o estabelecimento deve destacar funcionário para servir.

“A partir de 08 de junho de 2020, o sistema de estacionamento rotativo remunerado deverá voltar a operar normalmente, nos mesmos moldes anteriores ao período de suspensão”, estabelece o decreto.


Compartilhe esta notícia!