Compartilhe esta notícia!

Policiais militares prenderam três rapazes e apreenderam três adolescentes durante duas ocorrências distintas de tráfico de drogas, em Araçatuba. Os flagrantes foram registrados nos bairros Porto Real 2 e Rosele, ambos na zona norte do município.

 

No primeiro caso, os policiais militares faziam patrulhamento de rotina pela rua Moara Sacramento Amaro, em um local já conhecido como ponto de venda de entorpecentes, quando flagraram dois indivíduos na calçada que, ao perceberem que seriam abordados, saíram correndo.

 

Alguns minutos depois, a dupla e outro indiciado foram abordados dentro da residência. Em um primeiro momento, os PMs localizaram um liquidificador com resquício de cocaína. Já em cima da máquina de lavar roupa, a polícia encontrou 34 pinos contendo cocaína, quatro porções de maconha e vários microtubos vazios.

 

Os investigados, que possuem idades entre 16, 17 e 21 anos, confessaram que estavam embalando as drogas para a venda. Eles foram levados até a delegacia, onde prestaram depoimento na presença dos responsáveis. O delegado plantonista manteve a apreensão por ato infracional de tráfico de drogas e os deixou à disposição da Vara da Infância e Juventude do município. Já o maior foi transferido para a cadeia pública de Penápolis, onde deverá aguardar decisão judicial.

 

ROSELE

 

Algumas horas depois do primeiro flagrante, equipes da Força Tática faziam patrulhamento pela rua Noel Rosa quando receberam denúncia de que dentro de uma casal estaria ocorrendo o embalo de drogas.

 

Imediatamente, as viaturas se deslocaram até lá para averiguar a veracidade das informações. Chegando ao local, a polícia abordou um adolescente, de 17 anos, um eletricista, de 20 e um ajudante geral, de 23 anos.

 

Dentro do imóvel existe uma varanda, onde os autores foram flagrados em uma mesa com 77 pinos contendo cocaína e três porções de maconha. Lá também havia um liquidificador com resquícios de cocaína e um pote de fermento em pó.

 

Os PMs realizaram uma vistoria na residência e encontraram, também, uma munição de calibre 22, um comprimido de ecstasy e R$ 170,00 em dinheiro. Durante o registro da ocorrência, um dos policiais solicitou o documento de identidade do adolescente e ele entrou o RG com a data de nascimento alterada. O menor confessou ter sido o autor da falsificação.

 

Todos foram levados para a Central de Flagrantes, onde foram ouvidos e permaneceram detidos à disposição da Justiça e da Vara da Infância e Juventude do município. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações.


Compartilhe esta notícia!