Compartilhe esta notícia!

Um desempregado de 18 anos e um comerciante, de 28, foram presos em flagrante na tarde de quarta-feira (13) com mais de cem porções de maconha. A apreensão ocorreu na rua Fundador Paulino Gatto, no bairro São José, em Araçatuba.

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, os policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) já apuravam o envolvimento do comerciante em frente ao próprio bar. No percurso dos trabalhos investigativos, a polícia também descobriu que o desempregado fazia a venda dos objetos ilícitos e entregava todo o dinheiro ao comparsa para que fosse guardado no estabelecimento comercial.

 

A equipe ficou fazendo o monitoramento do local e flagrou o rapaz atendendo diversos motoristas e motociclistas. Ele ia até um terreno, pegava algo suspeito em meio a alguns tijolos e entregava a essas pessoas, levantando ainda mais as suspeitas da ação criminosa.

 

PRISÃO

 

Alguns minutos depois, os policiais da Dise foram até o endereço com uma viatura descaracterizada e conseguiram abordar a dupla. Em vistoria no comércio e na casa dos suspeitos foram encontrados R$ 3.642,00 em notas diversas.  Já no terreno perto do bar foram encontradas 107 porções de maconha.

 

O proprietário do estabelecimento confessou que há três meses guarda dinheiro fruto da venda de drogas realizadas na esquina do bar para alguns indivíduos, porém não quis repassar os nomes. Diante disso, os dois autores receberam voz de prisão e foram levados até a Central de Flagrantes, onde prestaram depoimento.

 

O delegado plantonista manteve a prisão por tráfico de drogas e os deixou à disposição da Justiça. Eles foram transferidos na manhã dessa quinta-feira (14) para a cadeia pública de Penápolis, onde deverão aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações.

 


Compartilhe esta notícia!