Home Cidades Corpo de mulher assassinada pelo namorado é sepultado no dia do aniversário

Corpo de mulher assassinada pelo namorado é sepultado no dia do aniversário

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Foi sepultado na tarde dessa segunda-feira (16) o corpo da autônoma Francislene Lemes Correia, de 27 anos. Ela foi morta com golpes de faca na tarde de domingo (15), em Birigui. O principal suspeito de ter cometido o crime é o namorado da vítima, de 33 anos, que continuava foragido até o fechamento dessa edição.

A vítima, mais uma que entra nas estatísticas de feminicídio no Brasil, completaria 28 anos hoje. Ao invés de uma festa de aniversário, os familiares tiveram que velar o corpo da mulher. Ainda sem respostas, muitos estavam perplexos com tanta brutalidade.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL conversou com uma tia de Francislene. Ela contou que não conhecia o companheiro da sobrinha, mas tinha notícias de que as brigas eram constantes, principalmente na frente dos filhos dela de outro relacionamento.

A Polícia Civil apurou que o casal teve mais uma briga na tarde de domingo dentro da casa onde moravam, localizada no bairro Margareth Vargas. Em certo momento, o suspeito começou a agredir a namorada. Com medo do que poderia acontecer, ela correu pela rua desnorteada. O homem a perseguiu e a golpeou pelas costas com uma faca.

A autônoma ainda conseguiu dar mais alguns passos até cair em frente a outra residência do bairro. Ela foi socorrida por uma unidade do Resgate ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Pronto-Socorro Municipal.

FUGA

Após o assassinato, o investigado fugiu. Segundo o delegado responsável pelas investigações, Marcel Basso, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), ele já tinha passagens criminais por violência doméstica contra outra mulher. Os investigadores já tinham conseguido reunir algumas informações para melhor apuração dos fatos.

“A principal hipótese é de crime passional, por isso o caso foi registrado como feminicídio, cuja pena varia de 12 a 30 anos de prisão. Agora, nós iremos aguardar os laudos da perícia e do Instituto de Criminalística para saber quantas facadas a vítima recebeu”, revelou em entrevista.

FILHOS

A vítima deixou quatro filhos, três deles ainda criança e a quarta, mais velha, de 13 anos de idade. A tia da mulher informou que eles ficariam com o pai diante do que aconteceu.

“Nós só queremos que a Justiça seja feita, porque nunca esperamos que esse pudesse ser o fim dela. Hoje era para ser um dia alegre, do aniversário dela. Não importa se ia ter festa ou não, mas íamos ligar para dar os parabéns, mas não vai ser mais possível”, finalizou emocionada.


Compartilhe esta notícia!