Home Cidades Coronavírus mexe com a indústria cinematográfica

Coronavírus mexe com a indústria cinematográfica

9 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Diego Fernandes – Rio de Janeiro

A pandemia anunciada ontem pela Organização Mundial da Saúe do novo coronavírus está afetando as produções cinematográficas.
Alguns filmes tiveram as suas estreias adiadas ou canceladas por tempo indeterminado por conta do surto mundial da doença. Ao mesmo tempo, longas sobre casos de epidemias mundiais estão voltando a figurar entre os mais procurados pela população.

Novo “007” adiado para o final do ano
A franquia mais longa da história do cinema foi uma das produções que teve o seu novo lançamento afetado pela Covid-19. O 25º filme da série do agente secreto James Bond, “007 – Sem Tempo Para Morrer”, dirigido por Cary Fukunaga (“Beasts Of No Nation” – 2015), teve a sua estreia adiada para o dia 12 de novembro no Reino Unido.

O filme, que terá o ator Daniel Craig (“A Casa dos Sonhos” – 2011) pela última vez no papel do agente mais famoso do planeta, deve chegar no Brasil em 19 de novembro e nos Estados Unidos no dia 26 de novembro. Inicialmente, o longa-metragem, que já tem suas filmagens concluídas, chegaria aos cinemas no dia 8 de abril em estreia mundial.
Neste novo filme, que será distribuído pela Universal Pictures e tem produção orçada em cerca de US$ 250 milhões, James Bond está “aposentado” na Jamaica, quando é chamado por um velho amigo da CIA (Agência Central de Inteligência) para ajudar no resgate de um cientista que foi sequestrado. Além de Daniel Craig, interpretando o agente pela quinta vez, o elenco do filme conta com o ator Rami Malek (“Uma Noite No Museu” – 2006), vencedor do Oscar de melhor ator em 2019 por sua intepretação de Freddy Mercury em “Bohemian Rhapsody”.

“Missão Impossível” tem produção paralisada
Uma outra importante franquia teve a sua produção afetada. Parte das filmagens do sétimo filme da série “Missão Impossível” aconteceria em Veneza, na Itália. Atores e produção deveriam, por cronograma, passar pelo menos três semanas na cidade italiana, o que foi proibido por ordem do governo local. Ainda não há previsão para que a produção seja retomada, o que também deve adiar a sua data de estreia, que a princípio será em 2021.
O novo filme “Missão Impossível” será novamente dirigido por Christopher McQuarrie (“A Sangue Frio” – 2000), que dirigiu o quinto e o sexto filme da franquia (“Nação Secreta” – 2015, “Efeito Fallout” – 2018), e conta mais uma vez com o astro Tom Cruise (“Top Gun – Ases Indomáveis” – 1986) interpretando Ethan Hunt. Pelo fato de a produção estar em andamento, a sinopse oficial do longa-metragem ainda nem sequer foi divulgada.

“Mulan” e “Sonic” sem previsão de chegada à China
Outras produções também acabaram sendo afetadas como por exemplo o longa em live-action “Mulan”, da Walt Disney, que a princípio segue com estreia marcada para 26 de março. Neste caso, a estreia foi adiada, por enquanto, apenas no mercado chinês. O adiamento acontece mesmo com a produção tendo um elenco todo de asiáticos e com o mercado chinês sendo um dos que mais dá lucro para a Disney atualmente. Atualmente, 70 mil salas de cinema permanecem fechadas na China.
Por este motivo também foi adiada no país asiático a estreia de “Sonic – O Filme”. Distribuída pela Paramount Pictures, a produção que já arrecadou mais de R$ 40 milhões apenas no Brasil desde a sua estreia no último dia 13 de fevereiro, ainda segue sem previsão de chegar ao país mais populoso do mundo.
Filme lançado há 9 anos volta à tona
Por outro lado, as notícias alarmantes sobre o novo coronavírus tem feito os cinéfilos reviverem algumas produções antigas. O filme “Contágio”, de 2011, dirigido Steven Soderbergh (“Onze Homens e Um Segredo” – 2001), já havia voltado ao Top 10 de produções cinematográficas mais procuradas no iTunes durante vários dias do último mês de janeiro. O longa-metragem também voltou a ser alvo de pirataria no mercado paralelo.
A produção tem incríveis semelhanças com a realidade atual do coronavírus, já que, no longa da Warner BROS., um vírus letal também começa a se espalhar na China e, assim como o Covid-19, possui sintomas próximas aos de uma gripe comum. No longa-metragem, o vírus é ainda mais letal e mata em pouco tempo os infectados, causado um caos em todo o mundo.
“Contágio” possui um elenco estrelado com nomes como Gwyneth Paltrow (“Shakespeare Apaixonado” – 1998), Matt Damon (“Perdido em Marte” – 2015), Laurence Fishbourne (“Matrix” – 1999), Jude Law (“Cold Mountain” – 2003), Kate Winslet (“Titanic” – 1997), Marion Cotillard (“Piaf – Um Hino Ao Amor” – 2007), dentre outros. Com um orçamento de US$ 60 milhões, “Contágio” arrecadou, na época de lançamento nos cinemas, mais de US$ 135 milhões.


Compartilhe esta notícia!