Home Cidades Funileiro é preso por suspeita de participar de assalto em cidade da região

Funileiro é preso por suspeita de participar de assalto em cidade da região

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Policiais civis de Estrela D’Oeste, com o apoio do GOE (Grupo de Operações Especiais) de Fernandópolis, prenderam na manhã dessa quarta-feira (11) o funileiro Diego Veiga, de 33 anos. Contra ele existia um mandado de prisão preventiva em aberto relacionado a uma investigação do roubo de cerca de R$ 30 mil em peças de prata em janeiro deste ano. Três homens participaram da ação, todos eles de Araçatuba.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o suspeito foi encontrado na casa onde mora, no bairro Água Branca, em Araçatuba. Ele tomou ciência a respeito dos fatos e foi conduzido para a Central de Polícia Judiciária da cidade, onde o registro de captura de procurado foi elaborado. Depois, o homem deixou a carceragem e foi transferido para a cadeia pública de Santa Fé do Sul.

O investigado usava máscara, já que foi diagnosticado com tuberculose. Conforme o delegado responsável pelas investigações, Rafael Latorre Costa, o roubo foi praticado pelo funileiro, pelo irmão e um terceiro indivíduo, que foi detido em flagrante no dia do crime.

ASSALTO

O roubo foi registrado no final da manhã do último dia 16 de janeiro em uma loja de presentes localizada no centro de Estrela D’Oeste, cidade localizada a XX quilômetros de Araçatuba. A proprietária do comércio, de 44 anos, foi rendida por dois homens, um deles armado com revólver.

A vítima teve as mãos e os pés amarrados com ‘enforca-gato’ e teve a boca tapada com fita adesiva. Os suspeitos fugiram levando diversas peças de prata, totalizando prejuízo de R$ 30 mil ao comércio.

PRIMEIRAS PRISÕES

Após o crime, a polícia prendeu um rapaz de 22 anos, morador no bairro Porto Real, em Araçatuba. Já o irmão do funileiro preso ontem foi detido pela Polícia Militar no último dia 26 de fevereiro, após participar do assalto em um sítio no bairro Água Limpa, em Araçatuba. Ele se chama Daniel Veiga.

Na ocasião, os criminosos renderam toda uma família e chegaram a agredir uma moradora. Na fuga, houve perseguição pelas rodovias Gabriel Melhado (SP-421) e Elyéser Montenegro Magalhães (SP-463). Um dos autores morreu durante a fuga ao bater a moto que conduzia na traseira de um veículo dirigido pelos comparsas.


Compartilhe esta notícia!