Home Cidades Roubo em sítio termina com perseguição, acidentes e morte na região

Roubo em sítio termina com perseguição, acidentes e morte na região

10 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

O fim do carnaval foi marcado por violência, perseguição policial e morte na região de Araçatuba. O roubo a um sítio no bairro Água Limpa mobilizou policial militares de toda a região e até o helicóptero Águia. Cinco bandidos foram presos e outro morreu em uma batida durante a fuga.
O pesadelo para uma família composta por cinco pessoas, incluindo uma criança de dois anos de idade e uma adolescente, de 14, teve início por volta das 23h40 de terça-feira (25). Todos dormiam no momento da ação e foram surpreendidos com os seis criminosos já no interior da residência.
Dois autores estavam armados com revólveres e renderam as vítimas. A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL conversou com uma das moradoras da propriedade rural, uma jovem de 18 anos. Ela preferiu não ser identificada, mas relatou momentos de terror em poder dos bandidos.
Ela e o filho pequeno foram os primeiros a serem rendidos, no quarto. Logo em seguida, o restante da família também foi abordada e levada até um cômodo no segundo andar do imóvel. Lá, os indiciados fizeram diversas ameaças de morte e queriam a todo o custo o dinheiro no cofre.
Acontece que não havia nenhum cofre no local, o que deixou o grupo ainda mais nervoso. Um deles agrediu a mulher com uma coronhada na cabeça. Na sequência, eles amarraram os moradores e cobriram os rostos com um pano.
“Eles levaram meu filho (de dois anos) para o andar debaixo enquanto agiam. A gente ficou lá em cima e eu não tinha notícia nenhuma dele enquanto os bandidos não fugiram”, contou a vítima.
FUGA
Ao perceberem que não haveria dinheiro, os suspeitos subtraíram televisões, joias, relógios e celular. Para fugirem, eles utilizaram veículos próprios, como uma Ford/Ecosport e uma motocicleta, além de levarem um Peugeot 207 e uma caminhonete Ford/ Ranger, estes pertencentes aos reféns.
Assim que os autores deixaram o sítio, a Polícia Militar foi acionada e já iniciou diligências a fim de localizar os investigados. As viaturas foram em direção ao sítio pela rodovia Deputado Jorge Maluly Netto (SP-463) e cruzaram com a caminhonete. As equipes deram ordem de parada, mas o condutor não obedeceu e fugiu em alta velocidade no sentido de Bilac.
Uma perseguição alucinante teve início com o apoio de várias equipes, incluindo de outras cidades e até da Força Tática de Araçatuba, além do helicóptero Águia.
Os PMs chegaram na rodovia Gabriel Melhado (SP-461) e perderam o contato visual com a Ford/Ranger. Mais tarde foi feita a abordagem na Avenida Paulo da Silva Nunes, em Birigui. Os dois ocupantes Gilmar Nunes Rodrigues Junior, 21, e Kawan Moreira dos Santos, 20, foram detidos.
Ainda pela rodovia Gabriel Melhado, a polícia visualizou o Peugeot 207, que também passou a fugir ao ser percebido. Na altura do quilômetro dois, o criminoso que o conduzia perdeu o controle da direção e capotou em seguida. Ele foi detido e identificado como Gledson Eduardo Inácio Hubinger, 19. O rapaz foi levado ao pronto-socorro de Birigui com escoriações, onde passou por atendimento médico e liberado.
MORTE
Ainda durante a perseguição, outra equipe acompanhava o veículo Ecosport e a motocicleta. Na altura do quilômetro 12 da SP-463, os ocupantes do automóvel, Robson Carvalho da Costa, 37, e Daniel Veiga, 30, pararam na pista e tentaram fugir a pé.
Nesse momento, o sexto participante do roubo Leoroy Cleverson Inácio de Cunha, 20, não conseguiu frear a moto a tempo e colidiu na traseira. Com o impacto da batida, ele morreu ainda no local. Os outros dois acabaram presos minutos depois.
Todos os detidos são moradores dos bairros Antônio Pagan, Hilda Mandarino, Águas Claras, Ipanema e São José, em Araçatuba. Já o jovem morto durante o acidente morava no bairro Jardim do Trevo, também na cidade.
PRISÕES
Os cinco bandidos foram levados até o plantão policial de Birigui, onde prestaram depoimento. A ocorrência foi registrada pelo delegado de plantão Eduardo Lima de Paula.
Ele converteu a prisão em flagrante por preventiva, conforme alegação no registro policial. “Não fosse a presteza e o esforço conjunto das equipes policiais militares de diversas cidades de nossa região, teriam logrado êxito em se evadir na posse dos bens subtraídos. Reunidos os elementos necessários de autoria e materialidade e considerando a gravidade do crime violento aqui apurado, há a necessidade de se decretar suas prisões preventivas como efetivo cumprimento dos preceitos de Justiça”.
Os indiciados passaram por audiência de custódia e depois foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Lavínia, onde devem aguardar vaga em alguma penitenciária da região.
ARMA
Até o início da manhã dessa quarta-feira (26), a ocorrência ainda estava em andamento pela delegacia. Os policiais conseguiram encontrar um revólver de calibre 38 em uma plantação de soja, às margens da SP-463.
Os próprios bandidos tinham confessado que durante a fuga jogaram a arma no local. O objeto foi apreendido e seria periciado.
Todos os locais foram periciados. O laudo completo deverá sair em até 30 dias para auxiliar nas investigações até agora. A polícia conseguiu recuperar todos os objetos levados no roubo. Apesar do grande susto, nenhuma vítima sofreu ferimentos.

 


Compartilhe esta notícia!