Home Cidades Unisalesiano realiza Aula Inaugural para mais de 60 alunos da 4ª turma de Medicina

Unisalesiano realiza Aula Inaugural para mais de 60 alunos da 4ª turma de Medicina

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O Unisalesiano realizou a Aula Inaugural da 4º turma do curso de Medicina, na manhã desta segunda-feira (3). O auditório Papa Francisco ficou lotado com a presença de mais de 60 novos acadêmicos e seus familiares.

Na abertura do evento, o reitor do Unisalesiano, padre Luigi Favero, afirmou aos alunos que agora eles fazem parte da família salesiana. Padre Luigi lembrou que Dom Bosco, fundador dos salesianos, gostava que os colégios fossem chamados “casa”, prolongamento da família. “Família é a coisa mais bonita que Deus criou”, disse o reitor.

Em seguida, padre Erondi Tamandaré, responsável pela Pastoral Universitária, leu um trecho do Evangelho chamado “Os doentes na piscina de Bezata”, que conta a história de um doente que foi ajudado e curado por Jesus.

Após a leitura, padre Luigi disse tratar-se de um paradigma do médico, que ajuda a pessoa enferma a encontrar a força e a recuperar-se. “É o sentido da vida: ajudar-se”, completou.

Sobre o curso de Medicina, o reitor lembrou de ter esperado mais de 10 anos por sua conquista, que veio através do programa Mais Médicos. Logo depois, os alunos e seus familiares puderam conhecer mais sobre o curso e o Unisalesiano por meio da apresentação do vídeo institucional.

O coordenador do curso de Medicina, doutor Antônio Henrique Poletto, explicou aos presentes de que forma o curso foi planejado, seus apoiadores e a diretriz curricular, que é a mais atual. De acordo com Poletto, o curso é trabalhado nos métodos ativos, com aprendizagem baseada em projetos, por meio de jogos, equipes, em pares, aulas invertidas e PBL, que é a discussão e solução de problemas.

“Pode ser trabalhada qualquer metodologia desde que sua essência promova o engajamento do estudante, um significado e a segurança. Precisa promover uma capacidade de absorção, em que o aluno jamais se esqueça de uma aula, dinâmica e discussão”, afirmou o médico, ao ressaltar que a aprendizagem através de métodos ativos tem capacidade de retenção de conhecimento.

Após a cerimônia,  três docentes do curso, doutor Ângelo Jacomossi, doutor José Cândido e doutor José Marques, mostraram as estruturas e algumas disciplinas da graduação, como IESC, laboratórios e habilidades.

-x–x-x

 

RETRANCA

Moradora de Alagoas trocou profissão de arquiteta por curso de Medicina do Unisalesiano

A 4ª turma do Medicina do Unisalesiano é composta, em sua maioria, por alunos do Estado de São Paulo. Mas, o sonho de estudar Medicina não tem fronteiras e esse é o caso de Marlene Almeida da Silva Neta, de 31 anos, que mora em Arapiraca, Alagoas, e já é formada em Arquitetura e Urbanismo.

Marlene prestou duas vezes o Vestibular de Medicina do Unisalesiano, em julho e dezembro de 2019. “A primeira vez eu fiz e passei, mas não me sentia confiante para a mudança de vida que deveria enfrentar”, contou.

Já na segunda vez, Marlene disse que estava decidida em trocar de profissão e morar longe de sua família. O motivo, segundo ela, foi ter tido a consciência de que a Medicina está alinhada com sua espiritualidade.

“Escolher Medicina foi um processo de autoconhecimento e autoanálise. É muito gratificante ajudar os outros, mas, saber que você está fazendo exatamente o que Deus planejou para você, é indescritível”, refletiu.


Compartilhe esta notícia!