Compartilhe esta notícia!

O município de Pereira Barreto, que perdeu extensa área de terra agricultável e em produção com o enchimento do lago da Usina de Três Irmãos, passou a investir no turismo como alternativa econômica. A cidade conseguiu ser elevada a estância turística e fez elevados investimentos em atrativos. Agora todo trabalho que foi feito pode ser comprometido com recente ataque de piranhas, o que assusta e amedronta os banhistas. A administração do prefeito João de Altayr Domingues, o Joãozinho, precisa cuidar e zelar melhor da praia. O afastamento de banhistas poder ser duro golpe na economia do município.
Especialistas relatam que a aproximação das piranhas é resultado da falta de limpeza permanente e acúmulo de alimentos. Isso atrai os peixes, que são carnívoros e vorazes. Foi exatamente isso que aconteceu no fim de novembro. Muita gente, com medo, tem evitado entrar na água.
A cidade de Itapura era referência regional em termos de lazer e turismo, atraindo pessoas de várias cidades da região. Havia até excursões para a praia da cidade. No entanto, o aumento e ataques de piranhas, comprometeram o principal atrativo da cidade, que perdeu espaço para outras localidades, como Ilha Solteira, Pereira Barreto, Buritama e outras.
Por isso, o ataque registrado em Pereira Barreto é visto como série ameaça às pretensões da cidade de tornar-se referência regional em turismo. O prefeito Joãozinho, por falta de ação mais eficaz, pode comprometer o futuro da cidade em termos de turismo.
O ataque de piranhas, que feriu três banhistas, certamente atingiu diretamente a confiança de turistas e banhistas, que já estão optando por outras cidades ribeirinhas.


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Cidades

Veja também

Empresa da construção civil vai contratar castilhenses

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – CASTILHO Uma construtora que recentemente inst…