Compartilhe esta notícia!

Um incêndio atingiu o quarto de um hotel no centro de Araçatuba no início da tarde dessa quarta-feira (4). O fogo foi controlado rapidamente pelas equipes do Corpo de Bombeiros e não chegou a se alastrar para outros cômodos. As causas ainda serão investigadas.

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, as equipes foram acionadas por volta das 13h no hotel, que fica na rua Tupi. Dois caminhões, além de uma viatura do Resgate se deslocaram ao local do incêndio. Os bombeiros tiveram que usar roupas especiais e oxigênio, já que existia muita fumaça no prédio.

O quarto onde o fogo teve início ficou completamente destruído. As causas ainda são desconhecidas e serão apuradas por meio de um inquérito da Polícia Civil. Depois do combate, peritos estiveram no endereço. O laudo pode ficar pronto em até 30 dias. Além disso, agentes da Defesa Civil e um engenheiro da prefeitura se deslocaram para fazer uma análise.

INTERDIÇÃO

O trânsito na via foi totalmente interditado por policiais militares e guardas municipais, o que causou lentidão no tráfego de veículos em frente da Câmara Municipal. Muitas pessoas que passavam pela área central da cidade acompanham todo o trabalho dos bombeiros de perto. Um dos hóspedes do hotel estava apreensivo.

“Eu não sou daqui, mas me hospedei no hotel. No momento do incêndio tinha saído e quando voltei já estava tudo isolado. Não tenho nenhuma informação do que aconteceu e todos os meus objetos ficaram lá dentro”, contou à reportagem.

Para o major José Luiz Ferrari Ferreira, do Corpo de Bombeiros, ainda não é possível saber o que pode ter provocado o incêndio. “É muito cedo ainda para afirmar algo, por isso, o local foi preservado para o trabalho da perícia. Os bombeiros agiram rapidamente e evitaram que as chamas se espalhassem por todo o prédio, inclusive aos imóveis vizinhos”, enfatizou.

ATENDIMENTO

A reportagem do jornal O LIBERA REGIONAL tentou entrar em contato com o gerente do hotel, mas até o fechamento dessa edição não havia o localizado. A Defesa Civil informou que o incêndio não comprometeu a estrutura do prédio, por isso, não houve a necessidade de interdição, a não ser do quarto destruído pelas chamas.

 


Compartilhe esta notícia!