CidadesPlantão Policial

Rocam prende trio que tentou assaltar vendedor de lanches

Três rapazes, de 19, 24 e 24 anos, foram presos em flagrante na noite de terça-feira (05) depois de participarem de uma tentativa de assalto a um carrinho de lanches na praça Rui Barbosa, no centro de Araçatuba. Um dos suspeitos, que é terapeuta ocupacional, confessou a ação criminosa após ser abordado por policiais militares da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima, um comerciante de 29 anos, trabalhava em seu ponto de lanche na praça quando foi surpreendido por dois indivíduos desconhecidos que anunciaram o assalto. Os autores são dois irmãos e não chegaram a mostrar nenhuma arma de fogo. Eles tentaram subtrair o dinheiro que estava no bolso da camisa do vendedor, mas ele reagiu e entrou em luta corporal com os indiciados.

Algumas bandejas caíram na calçada, fazendo bastante barulho. Os suspeitos se assustaram com a situação e fugiram sem levar nada. A vítima viu o momento que eles entraram em um veículo GM/Cobalt, que era conduzido por um terceiro indivíduo.

Policiais militares foram acionados para atendimento da ocorrência e chegando lá colheram as informações a respeito das características físicas dos bandidos. O vendedor conseguiu anotar a placa do automóvel e também passou à polícia.

PRISÃO

Alguns minutos depois, uma equipe da Rocam fazia patrulhamento pelo bairro Águas Claras quando avistou o terapeuta ocupacional com o mesmo veículo utilizado na ação criminosa. Ele foi abordado e revistado, mas nada de ilícito foi localizado. O rapaz confessou que estava dirigindo o carro. Ele alegou ter conhecido os outros dois irmãos naquela noite e deu carona a eles até o carrinho de lanche, já que iriam comprar cachorro-quente. Chegando nas imediações, a dupla informou sobre a intenção de assaltar o comerciante.

Com as informações a respeito dos outros dois participantes, os policiais conseguiram abordá-los no mesmo bairro. Acontece que eles negaram a participação, mas depois acabaram reconhecidos pela vítima. A polícia também apurou que nenhum morava naquele bairro.

O trio foi conduzido até a delegacia e prestou depoimento. O delegado plantonista manteve a prisão e os deixou à disposição da Justiça. Eles passaram por audiência de custódia na manhã de quarta-feira (06) e depois foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória de Nova Independência, onde deverão aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. A Polícia Civil abriu inquérito para continuar investigando o caso.

 

Comment here