CidadesPlantão Policial

Mulher tem WhatsApp clonado e criminosos pedem dinheiro aos contatos

Uma mulher de 31 anos de idade procurou a Central de Flagrantes de Araçatuba na noite de quinta-feira (10) depois de ter o WhatsApp clonado por indivíduos desconhecidos. Familiares e amigos da vítima ligaram para ela confirmando se a mesma estava pedindo dinheiro, o que não era verdade.

A declarante informou em depoimento aos investigadores que trocou a senha de um site de compra e venda na internet. Alguns minutos depois, a mulher recebeu uma ligação de um indivíduo que se identificou como funcionário do referido site. Ele pediu para que ela confirmasse um código recebido por SMS.

Sem desconfiar de nada, a vítima repassou o código e desligou a ligação. Não demorou muito para que ela começasse a receber diversas ligações de familiares e de amigos, informando que alguém estaria se passando pela vítima e pedindo as quantias entre R$ 1.280,00 e R$ 1.380,00 por meio de depósito bancário.

Diante disso, ela percebeu que havia caído em um golpe e procurou a delegacia para registrar boletim de ocorrência. O delegado plantonista registrou o caso como invasão de dispositivo informático e estelionato. Um inquérito foi aberto para dar continuidade às apurações, mas até o fechamento dessa edição nenhum suspeito de ter praticado o crime havia sido localizado. Apesar da clonagem, nenhum contato da declarante tinha realizado o depósito.

 

Comment here