Compartilhe esta notícia!

A Polícia Civil de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, concluiu as investigações relacionadas ao furto de uma farmácia no centro do município no dia seis de abril desse ano. Na ocasião, os bandidos invadiram o estabelecimento comercial pelo telhado e furtaram R$ 100 mil em dinheiro do escritório.

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, quatro homens serão indiciados pelo furto, dois deles, “Paulinho”, 34 anos, e “Gaspar” de 35, praticaram o furto, sob o comando do cadeirante “Natinha”, de 32. A coordenação do crime ficou a cargo de um indivíduo conhecido como “Pinduca” ou “Pantaneiro”, que chefiava o bando de dentro do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, capital sul-mato-grossense.

A polícia apurou no decorrer das investigações que “Gaspar” dividiu o dinheiro do furto com “Paulinho” e depois fugiu com a esposa para Selvíria, onde comprou um veículo e um terreno. Em poder dele foi apreendida uma motocicleta e um contrato particular de compra e venda do terreno. O restante do dinheiro foi repassado a “Natinha” e “Pinduca”.

Os quatro investigados responderão pelos crimes de furto qualificado e organização criminosa, cujo procedimento policial será concluído e encaminhado à Justiça. A polícia continua com as investigações. (Com informações de Perfil News)

 


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Cidades

Veja também

Entrega de documentos da bolsa de estudos e auxílio-transporte começa na sexta-feira

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ANDRADINA A Secretaria de Promoção e Assistênc…